Holanda – Amsterdã

Saímos da Bélgica bem cedinho na segunda-feira rumo à Amsterdã, com uma conexão em Antuérpia (Bélgica). Chegamos lá quase na hora do almoço. Como iríamos passar apenas o dia na capital da Holanda, precisávamos achar lockers na estação de trem para podermos guardar nossa bagagem para andarmos com maior liberdade.

A estação central é enorme e bem sinalizada. Encontramos os lockers facilmente e lá deixamos nossas coisas. O próximo passo foi comprar um passe de transporte público para a gente se locomover e isso também foi fácil.

Tínhamos 3 objetivos em Amsterdã: tirar fotos naquelas letras que formavam a propaganda da cidade I amsterdam, ir ao museu da Heineken e conhecer o Red Light District.

Com essa ideia em mente, seguimos até o Rijksmuseum que era o local onde estavam expostas as letras… porém, para nossa surpresa, as letras não estavam mais lá 😦 😦 😦 . Frustração total!!!!! Num primeiro momento, achamos que não estávamos no lugar certo, mas depois de perguntar para umas 2 pessoas, tivemos que nos contentar em apenas comprar uma camiseta com o slogan…. Para quem não sabe o que eram as letras, vou postar uma foto da internet…. porque infelizmente nós não conseguimos vê-las 😦

Foto da internet 😦

As letras não estavam mais lá...

Frustrados, seguimos caminhando pelas ruas para chegarmos até o museu da Heineken e a coisa que mais nos chamou a atenção é a quantidade de ciclistas em Amsterdâ.. uma loucura! Quase fomos atropelados várias vezes pelas magrelas… que buzinam incansavelmente para os pedestres.

O semáforo da direita é só para bicicletas

E ao avistarmos o museu da Heineken, mais uma frustração: estava fechado para reforma 😦 .

Caramba! Quanta coisa errada num dia só….rsrrs  Não desanimamos, seguimos até o Red Light District e no caminho apreciamos a beleza da cidade com seus inúmeros canais, casas-barco, barcos, e algumas coisas inusitadas.

E lá chegamos nós no Red Light District, com as moças peladas se exibindo nas vitrines em plena luz do dia. Muito engraçado! E claro que também vimos vários cliente negociando os serviços.

Confesso que fiquei meio constrangida de tirar fotos, por isso a imagem fica só na imaginação de vocês :).

Também não gostei muito da sensação de andar por ali… fiquei me sentindo mal, mesmo estando com o Loedi e não desgrudando dele nem um pouco. Recomendo a visita ao local para dar algumas risadas… rs. De todas as mulheres que vimos, só uma prestava… kkkkkk.

Saímos de lá, e continuamos andando pelas atrações centrais da cidade. Amsterdam é linda demais, porém chegou um momento do dia que não tínhamos mais onde ir pois estávamos de saco cheio de museus… Nos restou observar os coffee shops da cidade, tirar muitas fotos nas inúmeras pontes e nos lindos monumentos da praça central.

Depois de muito caminhar, voltamos a estação central, que diga-se de passagem, é linda demais!

Mesmo com as frustrações, achamos que valeu muito a pena ter passado por Amsterdã. Quando fizemos o planejamento, achei que um dia seria pouco mas resolvemos arriscar e não me arrependi.

Seguimos rumo à Alemanha refletindo sobre a  liberdade do povo holandês, que pode ser notada nas ruas, nos coffee shops, no Red Light… O mais interessante é perceber que numa terra onde não há limites para nada, existe respeito entre as pessoas . Pensamos também sobre o futuro da cidade, que devido ao aquecimento global pode ter seus dias contados…Será?

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Europa, Holanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s