Ilhas Gregas – Rodes

Uma das cacas que fizemos no roteiro de férias, foi escolher um voo  da Olympic às 06:30 de Atenas à Rodes. Se esse era o horário da viagem, tínhamos que chegar ao aeroporto às 05:30h e imagine a hora que tivemos que acordar 😦 . Nossa sorte é que Atenas conta com transporte público 24 horas para o aeroporto, senão teríamos gasto muitoss euros de táxi para chegar até lá. Ok, lição aprendida! 😉 O lado bom disso, é que teríamos o dia inteiro para aproveitar a primeira ilha grega.

Os motivos de termos escolhido Rodes foram 2: a história de ter sido o local de uma das 7 maravilhas do mundo antigo ( mesmo com uma série de dúvidas) e também a tão famosa praia de Lindos. Outro ponto que contou a favor foi a facilidade de se chegar e sair da ilha.

Chegamos em Rodes às 07 e 30 da manhã e fomos para nossa pousada de transporte público. Foi super fácil de achar.

Como ainda era muito cedo, nosso quarto no Hotel  Nathalie ainda não estava disponível. Ficamos aguardando e a simpática moça da recepção nos ofereceu café-da-manhã como cortesia enquanto esperávamos. Opa! Primeiro ponto positivo. Aliás, atendimento é o diferencial deste hotel que é extremamente simples, porém com um clima muito bom.

Como tínhamos acordado muito cedo, ficamos esperando na beira da piscina deitados nas cadeiras. Lá pelas 10 horas, nosso quarto estava pronto. Deixamos nossas coisas e lá fomos nós para o centro de Rodes que, segundo a mocinha da recepção, era um caminho “walkable”.

Primeiro dia: centro de Rodes

O calor era intenso e a garrafinha de água, mais uma vez, era item indispensável. Fomos caminhando e observando o que eram as praias nas ilhas gregas. A primeira coisa que impressiona é a organização. Todos os guarda-sóis alinhados, as cadeiras iguais, tudo bem arrumadinho. Andávamos, andávamos e nada de chegar ao centro… até pensamos em pegar um ônibus, mas tínhamos a cada passo a esperança de que estivesse chegando. Já que estávamos ali, fomos curtindo a paisagem.

A cor do mar dispensa comentários….

Depois de caminhar muito, finalmente chegamos a um dos pontos mais fotografados de Rodes: o local onde supostamente existiu o famoso “Colosso de Rodes”.

A partir dali, você se sente numa mistura de mundos… de um lado, as muralhas históricas, as igrejas, as ruelas, um clima medieval. De outro o bando de turistas que chega ali de cruzeiros fazendo a maior algazarra, sempre em grandes grupos….

No meio das ruazinhas, muitas lojas, restaurantes, monumentos…

E o mais surpreendente é que você anda pela cidade murada e de repente dá de cara com o mar azul da Grécia…

Ok, conhecer a parte histórica foi ótimo, mas já tinha passado das 14 horas e ainda não tínhamos ido à praia. Com aquele calor de mais de 40 graus, nada melhor do que não fazer nada em nossa primeira ilha grega.

Escolhemos uma praia bem agitada, em frente ao cassino de Rodes.

O aluguel daquelas cadeiras bonitas com guarda-sol custa 8 euros, ou seja, 20 reais cada. Achamos caro e o jeito foi estender nossa toalha de praia nas pedrinhas (nessa praia não tinha areia) e ficar lá morcegando no sol. Porém, não aguentamos muito tempo pois o sol é muito forte. Em seguida, fomos procurar uma sombra….

Achamos algumas árvores e nos instalamos por lá, assim como mais um monte de gente. Inventamos nesse momento um termo para quem não quer pagar pelas cadeiras e guarda-sóis : os toalheiros!

Alternando entre um cochilo na sombra e um banho naquele mar cristalino, passamos nossa primeira tarde em Rodes.

Para voltarmos ao hotel, claro que pegamos o ônibus… Passamos no supermercado, compramos nossa janta e lá fomos nós descansar…

Segundo dia: Lindos

Acordamos cedo, tomamos café e pegamos o ônibus rumo ao terminal de Rodes onde pegaríamos o transporte para a praia de Lindos.

Lembro-me da primeira vez que li sobre Lindos e pensei: como um lugar com esse nome pode ser deixado de lado?

Depois de 1 hora de viagem, chegamos lá…

Alguém não seguiria esta indicação?

Para chegar até a praia é necessário descer um morro, o que significa uma bela vista lá de cima…

A recompensa pela descida logo chega. Lindos é uma praia calma e maravilhosa…. Não vou conseguir deixar de fora o jargão (rs): Lindos é lindo! 🙂 🙂

Mais uma vez, optamos pela nossa vida de “toalheiros” na sombra.

Pra quem vai às ilhas gregas, é importante ter em mente que o topless é muito comum por lá. Portanto, prepare sua cara de paisagem para ver essas cenas. Confesso que no início chama muito atenção, mas logo passa.. rsrsr

Às vezes me perguntam: ué, mas não tem nada pra fazer nas praias das Ilhas Gregas? Eu, pra ser sincera, nem entendo essa pergunta porque pra mim praia é um lugar para descansar, curtir a paisagem e tomar banho de mar e nesse quesito as ilhas gregas dão show…. Se você procura algo além disso para fazer por lá, é melhor repensar. Ah! Faltou uma coisa que é sinônimo de praia pra mim: tirar muitas e muitas fotos!

Se pra descer todo santo ajuda, na hora de subir o morro você conta com a ajuda dos burrinhos. Por 5 euros, você monta no burro e ele te leva até a metade do caminho. Nós que somos guerreiros, subimos com nossas fortes pernas.

Imagine uma subida íngreme, com o calor de 40 graus às 3 horas da tarde…. ufa! Foi difícil, mas conseguimos.

Passamos numa lanchonete, almoçamos e seguimos rumo ao ponto de ônibus para voltarmos ao centro de Rodes.

Se na ida a viagem levou 1 hora, a volta passou em menos de 5 minutos pois dormimos do início ao fim.. rsrsrsr.

Passamos o restinho do dia numa praia perto do hotel e já escureceu. Era hora de voltar para o hotel e arrumar as coisas para partir no dia seguinte.

Terceiro dia: hora de partir 

Havíamos comprado nosso ferry da Blue Star para às 17 horas, porém tínhamos que retirar o ticket 2 horas antes no ponto de venda deles. Sendo assim, não compensaria sairmos e voltarmos ao hotel, até porque a diária se encerrava ao meio-dia.

Sendo assim, acordamos mais tarde, tomamos café  e já saímos de mala e cuia. Como não sabíamos onde era o tal do posto de venda, fomos atrás com tempo suficiente para possíveis erros de caminho. Ainda bem que tínhamos tempo, pois o troço era longe pra burro. Se andar descarregado debaixo do sol grego não é fácil, imagine com 2 malas e 2 mochilas 😦

O negócio era muito longe, mas finalmente achamos. Pegamos os tickets e voltamos um pouco para acharmos nosso almoço e esperar mais umas 2 horas até o horário do ferry. Enquanto isso, ficamos ali, observando o tempo passar em nossos últimos momentos em Rodes.

Não demorou muito para que avistássemos nosso ferry chegando…

Lá atrás, nosso ferry 

Como ainda estávamos longe, caminhamos até lá….. e aí sim! Prontos para embarcar rumo à Santorini.

Rodes é uma das maiores ilhas gregas e facilmente é possível passar uma semana por lá sem repetir praia ou passeio. Nossa opção foi conhecer só os highlights, mas valeu muito a pena. Os contrastes da cidade são fascinantes e o agito das praias é algo gostoso de se ver pois é civilizado… nada que se compare à muvuca das praias brasileiras.

Pela facilidade de acesso, também é bem fácil de se incluir num roteiro pelas ilhas gregas.

Depois da agradável surpresa que foi Rodes,vamos ver  quais foram as surpresas de Santorini! Em breve, aqui no Próximos Destinos!

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Grécia, Ilhas Gregas, Rodes

8 Respostas para “Ilhas Gregas – Rodes

  1. Andréa

    Olá.
    Em que mês foram à Rodes? Será que pego frio em rodes em meados de abril?

  2. Bruna

    Ola, eu estou indo para as ilhas gregas daqui duas semanas, e gostaria de saber se para andar la tu usava tenis? Pois se caminha bastante, ne? Mas tem as praias.. Como tu fazia? Obrigada e parabens pelo post

    • Oi, Bruna! Que delícia! Nas ilhas gregas eu só caminhei em Rodes. Nas demais, alugamos ou quadriciclo ou carro e não andamos tanto. Nas praias andava de chinelo mesmo. O tênis é sempre bem-vindo para longas caminhadas. Leve o mais confortável e com certeza será bastante útil. Obrigada pelo comentário 🙂

  3. Marcos Vasconcelos

    Olá, meu nome é Marcos e estou de viagem marcada junto com esposa, para rhodes, santorini e mykonos no mês de junho. Gostaria de saber se é fácil alugar e andar com um quadriciclo nas ruas de Rhodes? Obrigado

  4. Blog Check-In

    Oi pessoal!
    Vamos para Rodes em agosto e teremos apenas um dia na ilha (será uma das paradas de um cruzeiro, das 7h-18h). É possível conhecer o centro histórico e também aproveitas Lindos? Vi que o trajeto dura 1h pra ir e mais uma pra voltar de ônibus. Vale a pena investir num dos pacotes oferecidos pelas empresas de turismo de lá? De repente podemos ganhar mais tempo assim.
    Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s