EUA – Las Vegas : parte 1

Desembarcar no aeroporto de Las Vegas já te dá o ponto de partida para você começar a descobrir o porquê da famosa frase de que o que acontece em Vegas, fica em Vegas.  Já no saguão de desembarque você se depara com iluminadas máquinas de caça-níqueis , com vários apostadores  sentados nas cadeirinhas e deixando ali suas moedas de dólar.

Você caminha em direção à esteira de bagagem e começa a ver pessoas estranhamente vestidas, fantasiadas, lojas de coisas inusitadas, anúncios esquisitos, tudo isso dentro do aeroporto. Ficamos só imaginando o que encontraríamos quando saíssemos dali…rs.

Pegamos nossa bagagem e seguimos para o balcão de informações para descobrirmos onde pegaríamos o ônibus rumo ao hotel. No meio do deserto, só podíamos esperar temperatura alta, é claro.

Chegamos no ponto e o ônibus estava vindo. Embarcamos e não levamos mais que 15 minutos para chegar ao hotel pagando os 2 dólares de tarifa. Bem onde descemos, tinha um Burger King e fomos lá almoçar.

Ao entrarmos no saguão do hotel, outra surpresa: não era só um saguão de hotel! Era um saguão de hotel+cassino+shopping+restaurantes… loucura, loucura, loucura! É muito louco você entrar num hotel na hora do almoço e ver aquele bando de gente se acabando nas máquinas do cassino.

Mais louco ainda é você pegar o cartão de seu quarto e descobrir que você está no quarto 23078. Uau, pensei eu! Quantos quartos tem nesse hotel? Muitos, é claro, mas não descobri quantos. Mas para se ter ideia, só no Stratosphere são 2200 funcionários para cuidar de toda a estrutura do empreendimento. O troço é gigantesco!

Surpresos com tudo que estávamos vivenciando, subimos para o quarto e de lá tínhamos vista para a Strip, que é a rua principal de Las Vegas para os turistas. Outra coisa que vi pela janela também foi um louco pulando de Sky Jump, uma das atrações da torre do Stratosphere, outra parte do empreendimento.

Ajeitamos as coisas, trocamos de roupa e pensamos; o que fazer nesta tarde? O Loedi vira pra mim e disse: que tal irmos ao Outlet ? Opa! Não pensei duas vezes antes de aceitar a proposta. Outlet North de Las Vegas, lá fomos nós!

Nos embananamos um pouquinho na ida, erramos o ônibus, mas tudo bem.. no final deu tudo certo.

Las Vegas tem 2 outlets da rede Premium Outlets: o North e o South. Neste primeiro dia fomos no do norte, que era o mais próximo de nosso hotel.

Neste são 150 lojas e tem as mais famosinhas como Calvin Klein, Banana Republic, Gap, dentre outras.

Entramos em quase todas, mas não compramos muitas coisas pois não achei nada tão barato. Lá pensamos que para acharmos um lugar que supere o Jersey Gardens vai ser difícil, rsrsr.

O passeio pelo outlet valeu a pena, mesmo sem termos feito muitas compras.

Nunca saímos à noite em nossas viagens por sempre estarmos podres quando o sol se põe. Principalmente quando a noite demora pra chegar, como nos EUA que nessa época do ano que só vai escurecer lá pelas 9 da noite.  Neste caso, abrimos exceção pois  não conhecer Las Vegas à noite seria um pecado capital, não é mesmo?

Tomamos banho e partimos rumo à Strip. À tarde tínhamos comprado o Daypass por 7 dólares e assim poderíamos fazer viagens ilimitadas por 24 horas.

O Stratosphere fica no final da Strip, é o último hotel. Sendo assim, precisávamos pegar o ônibus para ir até lá. É vantagem ficar no fervo da Strip? Depende. Se você quer ficar no meio do agito, no fervo, na badalação 24 horas, é excelente negócio. Mas necessariamente não significará economia no seu bolso.

Nós escolhemos ficar no Stratosphere pelo preço, em primeiro lugar – 35 dólares a diária, pelo livre acesso à torre e economizarmos 64 dólares , que é o que pagaríamos para ver a vista da torre de dia e de noite, e também por sabermos que estaríamos há alguns minutos do fervo.

Para ir para os diversos pontos da Strip existem 2 opções de transporte público: o Deuce e o Express.

O Deuce é um ônibus de 2 andares que para em todos os hotéis da Strip. Uma passagem custa 2 dólares.À noite, devido ao tráfego intenso de veículos por lá, a viagem fica demorada. A vantagem deste ônibus é que ele é 24 horas.

Já o Express, faz menos paradas na Strip e consequentemente, viagens mais rápidas. O Express também é o transporte que te leva aos Outlets, tanto o do norte quanto o do sul. Opera até meia-noite e meia.

Independente de onde você fique hospedado, o Day Pass por 7 dólares é muito vantajoso. Só não valerá a pena se você somente quiser ficar no seu hotel.

Ao chegar na Strip, parecia que estávamos entrando num filme.. ver todos aqueles luminosos coloridos, as pessoas curtindo a vida adoidado, o som alto, enfim, tudo que só tinha visto na televisão estava ali, bem à nossa frente. Pena que poucas fotos prestaram…

Uma atração imperdível ao passear à noite pela Strip é o show das águas do hotel Belaggio… Ficamos parados na frente do hotel aguardando o espetáculo que ocorre de 15 em 15 minutos. Com uma trilha sonora diferente a cada horário, o show é demais! Quando começou, fiquei emocionada ao ouvir uma música linda e dança das fontes sincronizadas.. pensei em quantas paisagens e emoções únicas que já vivi nas minhas viagens e meus olhos encheram de lágrimas… O show é lindo e de graça… emocionante!

Desviando das milhares de pessoas que circulam pela Strip à noite, começamos a observar as “bizarrices” de Vegas. Uma coisa que chama a atenção é o apelo ao sexo. A cada esquina que você passa tem um monte de gente que fica te entregando panfletos de garotas de programa e garantem que te entregam hot babies em 2o minutos… kkkk Eles nem querem saber se você é mulher, ou se seu marido tá contigo, eles fazem de tudo para chamar a atenção e fazer a propaganda das garotas….Pela rapidez na “entrega”, imagine a quantidade de garotas que prestam este tipo de serviço em Vegas…

E elas estão se exibindo por toda a parte..ainda bem que não sou ciumenta…

Acostumados já com os panfleteiros e desviando deles, continuamos andando e se surpreendendo a cada passo com a vida noturna de Vegas.. você vê de tudoooooooo… mulheres cinquentonas comemorando aniversário com balões na cabeça, pessoas com cabelos multicoloridos, gente fantasiada, muitos bêbados com copos gigantescos cheios de marguerita e vários velhinhos e velhinhas. Aliás, de tudo que vimos em Vegas o que mais nos surpreendeu foi a quantidade de idosos na cidade. Eles estão por toda a parte torrando o dinheirinho da aposentadoria.

Em nossa caminhada, fomos tirando várias fotos e as poucas que prestaram divido com vocês.

Após andarmos quase até o final da Strip, paramos para jantar num Mc Donalds e voltamos para o hotel. Já era quase 1 hora da manhã, recorde absoluto de nossa permanência noturna em viagens (ok, ok, pode nos chamar de velhos que somos mesmo 😉 )

No outro dia, acordamos, tomamos café da manhã no Mc Donalds dentro do hotel (super barbada – 2 tortinhas de maçã por 1 dólar e mais um suco de laranja) e subimos para conhecer a torre do Stratosphere.

Torre do Stratosphere

A torre do Stratosphere proporciona uma das melhores vistas de Las Vegas. Nas paredes do hotel eles fazem propaganda de que por sete anos consecutivos a torre foi eleita como a melhor vista de Vegas.

Como estávamos hospedados lá, não pagamos nada para subir. Não-hóspedes pagam 16 dólares.

Na primeira parada do elevador, você para no observatório. A vista de lá realmente é fantástica! Você consegue ver Vegas inteira.

Mas não é somente para ver a vista que a galera sobe na torre. A torre também tem as atrações mais radicais de Vegas….

Atração 1 : Big Shot

É um elevador daqueles de parque de diversões que despenca. O diferencial deste é que fica no topo da torre e que se somar a torre mais o elevador, você estará há mais de 300 metros de altura…. Dentre as atrações, creio que seja o “menos” radical e talvez por isso seja o que custe mais caro por ter maior quantidade de corajosos dispostos a encará-lo…. Preço: 13 dólares.

Atração 2: Insanity

Acho que esse é realmente adequado para a atração, pois na minha opinião só os “insanos” têm coragem suficiente para encarar… Preço: 12 dólares

Insanity visto lá debaixo da torre

Atração 3: X-Scream

Um carrinho de montanha-russa que avança no abismo… acho que essa é uma descrição para esta atração do Stratosphere. Me arrepiei só de olhar… O meu maridinho corajoso foi e disse que nem dá medo… Eu preferi ficar só tirando foto 😉

Caso nenhuma destas atrações tenha adrenalina suficiente para você, lá no alto da torre há também o Sky Jump. Por um pouco mais de 100 dólares você pode se jogar lá de cima….eu hein?

Estávamos hospedados no andar número 23 e quando olhei pela primeira vez pela janela vi um louco pulando e parecia só um pontinho pendurado na corda… esse é pra quem é muito corajoso!

Quem está hospedado no hotel pode acompanhar os saltos do Sky Jump pela televisão. É muito engraçado observar a tremedeira do povo antes de se jogar no nada.

Somando a vista e as atrações radicais, a torre do Stratosphere torna-se parada obrigatória em Las Vegas!

Saímos de lá e fomos conhecer a Strip de dia… Conto como foi no próximo post sobre Vegas! 🙂

Anúncios

15 Comentários

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, Las Vegas

15 Respostas para “EUA – Las Vegas : parte 1

  1. Dani

    Thais…. incrivel sua viagem a EUA!
    Esse roteiro, estamos pensando p 2013.
    Las Vegas, c essas opcoes de aventuras… fiquei doida p experimentar.
    Parabéns de novo…srsrs
    Bjs!!!

    • Viajante é bem assim, sempre tem planos para os próximos anos. Os EUA são maravilhosos e o melhor é que tudo é muito fácil de achar e planejar, além dos fantásticos preços.
      Faltam vários posts ainda sobre a viagem, mas em breve estará tudo no ar. Beijinhos!

  2. Flavia

    Amei seu relato como sempre! o legal é que somos viajantes parecidas, quando disse que nunca tinho ido dormir tão tarde nas viagens morri de rir, nós tbém somos assim!
    Taí….nunca tinha pensando em Las Vegas, achava que era muito cara e fora de mão! mudei totalmente de idéia graças a vc! essa cidade linda está totalmente programada pra próxima!!!!
    bjossss e no aguardo dos proximos posts!!!

  3. Marise Boeno

    Olá Thais!
    Comecei a ver seu blog hoje e já estou achando o máximo! Eu e meu marido vamos em Janeiro de 2012 para as férias na Califórnia e claro que Vegas está em nosso roteiro. Seu relato nos deixou bem ansiosos e suas dicas estão sendo bem valiosas. Obrigada por compartilhar suas experiências com tds amantes de viagens! Vou para a parte 2!!!
    Marise

  4. Raquel C.P.

    Oi Thaís! Tudo bem?? TO adorando seu blog e feliz que ainda tenho bastante coisa pra ler! Acabei ficando com mais dúvida ainda sobre o hotel…reservei o Excalibur, mas como voces, nós nao somos um casal da noite e seus posts sobre a facilidade da conduçao aos “points” da Strip me fizeram repensar ,,,, Adorei voce ter colocado alguns preços….obrigada!;)

    • Olá Raquel! O bom de ficar ali na Strip é que vocês vão ficar perto de tudo. O Excalibur é um dos últimos hotéis, portanto fica num lugar menos cheio de gente.Eu acredito que não seja necessário você repensar seu hotel, pois eles são tão grandes, tão grandes, que você nem vai se incomodar com o agito….O bom do Excalibur, também, é que o ônibus que vai para os outlets passa bem na frente. E por falar em outlets, os dois são muito parecidos e praticamente têm as mesmas lojas. Preferi um ao outro pois achei no South a loja Vanity Fair, que é uma perdição. Como os outlets são da mesma rede, os preços não mudam. Você estará localizada mais próximo ao South, portanto se fosse para escolher, eu iria nesse 🙂 Obrigada pelos comentários e aproveite muiiiito sua viagem!

  5. Você ou seu marido chegaram a ir nas montanhas-russas de Las Vegas?
    Dois dois Outlets que você foi, qual era o melhor? O ônibus passa pelos dois? Dá para pegá-lo com tantas sacolas na mão? hehe

    • Olá, Bruno! Como fomos para Orlando na mesma viagem, acabamos deixando para ir nas montanhas-russas por lá. A única atração que meu marido encarou foi um dos brinquedos do Stratosphere. Os 2 outlets têm praticamente as mesmas lojas, não senti diferença considerável entre eles. O ônibus vai até os dois e pra não ficar na dúvida, acho que vale a pena passar nos dois, hehe. A melhor maneira de carregar as compras é levar uma mala vazia. Na Ross da Strip tem malas com preços imperdíveis. Carregar sacolas acaba atrapalhando o passeio, mas é possível entrar nos ônibus com elas sim.

  6. Waleska

    Oi Thais tudo bem? Vc gostou do Stratosfere, estou indo para lá em janeiro 2014 com minha familia , obrigada, parabéns pelo blog!

  7. Oi Thais, fiz 2 perguntas anteriormente mas pode ignora-lás. kkkk
    cara to adorando suas postagens esta sendo muito util pra mim. Ja viajei muito para diversos destinos no mundo mas não tenho ido tão longe nos últimos 3 anos. Casei e agora estou planejando a minha primeira viagem em familia com marido e filha. Ele nunca saiu do País então esta sendo uma grande responsabilidade minha, kkk. A pequena vai estar com 16 meses e de todos os destinos que gostaria de levar meu marido acho que las vegas seria incrivel. Pensei em fazer Los angeles uns 3 dias e pegar um carro e ir ate vegas por uns 4/5 dias (ou vice-versa), outra opção seria Barcelona/madri. Mas como sou fã dos Eua estou tendenciando, rsrsrrsr. Li todas as suas postagens e gostaria de dicas já que vi vc bem safa em viajar com a Camila e pelo que andei lendo, acho que temos mais ou menos o mesmo gosto nas atrações. Outra coisa q me preocupa tbm é o dolar alto. vi que quando vc foi a LOS tava nesse nivel. (tem uma média de quanto seria necessário? pensei em algo em torno de 15 mil reais). enfim, poderia me dar um Help? pode me add no face : quiviamarianacavalcante.
    obrigada e sucesso!

    • Oi Quivia! Que bom que os posts estão sendo úteis. Já que está tendenciando para EUA, vamos falar de lá, hehe. Esse dólar está terrível, mas não podemos deixar de viajar esperando que melhore pois só tem piorado 😦 Super legal a ideia de fazer LA e Vegas, é uma dobradinha muito legal de se fazer. Pelo que escreveu, está pensando em ficar uns 10 dias? Dependendo de qto vc pagar na passagem e de seu estilo de alimentação vejo que 15 mil é um bom orçamento. O esquema é dar uma pesquisada no aéreo primeiro (geralmente é um dos maiores custos) e começar a pesquisar hotéis. Em LA é uma fortuna, mas dá pra ficar em Anaheim e economizar bem. Pode ir perguntando que fico super feliz em responder

      • Já pesquisei o hotel q vc sugere em Anaheim, agora to com muita dúvida em Vegas. Não sei se escolho algo na strip, por conta de estar no centro de tudo, ou se pego algo um pouco mais afastado (mais em conta) e reservado por conta da Luisa (minha bebe). Outra coisa que me gera duvida é a época (janeiro), pois sei que será frio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s