Alemanha – Colônia

Nosso segundo dia na Alemanha começou quase que na hora do almoço. O cardápio do dia foi feijoada, a melhor combinação para aquele friozinho.

Almoçamos e logo nos arrumamos para irmos à Colônia, cidade vizinha de Bonn.

Na Alemanha o feriado de Natal se estende até dia 26/12 e nesse periodo poucas são as coisas que funcionam.

Pegamos o trem na estação central de Bonn e seguimos para Colônia no trem que leva cerca de 30 minutos.

Ainda não escrevi os posts de minhas visitas anteriores às terras alemãs, então vou aproveitar e já fazer um 3 em 1 sobre Colônia e aproveitar para mostrar fotos da cidade na primavera e no inverno.

Colônia é a quarta cidade mais populosa da Alemanha e tem como principal cartão-postal a Catedral de Colônia, que tem estilo gótico e começou a ser construída em 1248 e levou mais de 600 anos para ser concluída. E ainda resistiu à vários ataques de bombas durante a Segunda Guerra Mundial.

Ao sair da estação central de Colônia você já dá de cara com a lateral da Catedral e é impossível você não dizer “uau” diante de seus 157 metros de altura.

Na primeira vez que visitamos Colônia, em 2008, nos aventuramos subindo os 509 degraus que levam ao topo da torre. Escadas em formato de caracol de cansar as pernas, rs.

Sinceramente acho que a vista não valeu a pena, pois as grades não deixam uma visibilidade muito boa.

Tiramos algumas fotos por lá e encaramos o caminho de volta.

Aproveitamos para conhecermos o interior da igreja e tentar, assim como muitos turistas, tirar uma foto que pegasse toda a Catedral. Já aviso que é difícil, rsrsr

Em nossa primeira visita, andamos meio que sem rumo pelas redondezas da Catedral par sentirmos o clima da cidade. Nessa última , pudemos ver as diferentes paisagens em fotos nos mesmos lugares…

Mas nossas andanças pararam ao nos depararmos com o calçadão da cidade. Lojas e mais lojas cheias de ofertas e com preços ótimos (para Europa, é óbvio).

Nem lembramos de ver mais nada… apenas começamos a procurar bons negócios. Almoçamos por ali e ficamos até o final da tarde. Saímos de lá cheios de sacolas e aquisições.

Após essa primeira aventura, na nossa segunda visita, acompanhada da família da Sabrina, conhecemos a parte antiga da cidade, que na primeira vez não tínhamos visitado,e logo partimos para o calçadão. Mais uma deliciosa maratona de compras….

Só tiramos foto da cidade antiga na última passagem por Colônia.

Nessa terceira vez, o calçadão estava fechado! Ainda bem, pois assim pudemos conhecer outras atrações, como por exemplo a Ponte sobre o Rio Reno que agora está coberta de cadeados de apaixonados. Ao irmos até lá nessa última vez, não me recordava dos cadeados e precisei checar nas fotos antigas se eles já existiam em nossas visitas anteriores. Para minha alegria, não estou ficando louca e a foto prova isso, rsrsrs.

O mais interessante desta nossa última ida à Colônia é ver a diferença da paisagem. Ver as árvores completamente sem folhas foi muito legal! A paisagem que antes eu só tinha visto em filmes estava bem à minha frente. Muito lindo!

Nesse nosso primeiro dia de passeio no inverno europeu nos assustou ver a luz do dia ir embora lá pelas 3 da tarde. Por mais que soubéssemos que isso iria acontecer, assustou.

Aproveitamos o restinho da luz para passarmos pelo Mercado de Natal de Colônia, que apesar de estar fechado, impressionou pela linda decoração e pelos detalhes.

Ver  os enfeites de Natal, as luzinhas nas árvores, os músicos tocando música clássica nas ruas me fez ter certeza de que foi uma ótima escolha passar uma semaninha na Europa na época do Natal, apesar do frio, da garoa e dos dias curtos.

E como logo anoiteceu, seguimos para uma das mais frequentadas cervejarias de Colônia: a Colner Hofbrau, que além de muitas outras coisas, serve a cerveja típica Kolsch. A cervejaria foi fundada em 1904 e é um lugar super aconchegante para um final de dia. Serve a saborosa cerveja Kolsch, que é típica da cidade.

De lá, partimos para a estação de trem e voltamos para Bonn.

Estando na Alemanha, não deixe de dar uma passadinha por Colônia! Um dia, na primavera ou verão, é suficiente para conhecer as principais atrações da cidade. Caso seja outono ou inverno, reserve pelo menos dois dias.

Deixe um comentário

Arquivado em Alemanha, Colônia, Europa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s