Brasília: parte 1

Acordamos bem cedinho no sábado para pegarmos nosso voo às 7 e 30 rumo à Brasília. Teve só um pequeno atraso de dez minutos, mas deu tudo certo. Na semana anterior, a Cibeli Monteiro, leitora aqui do blog, se ofereceu para ser nossa guia na capital federal e eu achei o máximo ter a oportunidade de conhecer pessoalmente alguém que só tinha me comunicado virtualmente. E o melhor de tudo, alguém que também adora viajar!

Combinamos que ela nos pegaria no aeroporto e o chegarmos lá ficamos aguardando no local combinado. Para quem não tiver a sorte de ter alguém conhecido por lá, a melhor opção para ir até ao Setor Hoteleiro é o Ônibus Executivo, que custa R$8,00. O embarque é realizado em frente à floricultura, na saída do desembarque.

O simpático casal Cibeli e Garibaldi nos pegaram no aeroporto, e seguimos para o bairro Águas Claras, onde eles moram, para almoçarmos e também conhecer a Brasília com altos prédios, uma região que eu nunca tinha visitado. Realmente bem diferente do plano piloto de Brasília…

Fomos almoçar uma deliciosa feijoada no Piratas e não pude deixar de comer o delicioso abacaxi de Brasília, hummmmm..

De lá seguimos para o Plano Piloto e a primeira atração que fomos visitar foram as obras do Estádio Mané Garrincha, que será um dos palcos da Copa de 2014. Aproveitamos também para fotografarmos o Centro de Convenções.

De lá, seguimos para a Torre de TV, que é  grátis e permite ter uma visão bacana da capital. Lá de cima, é possível ver bem certinho o formato da cidade, com as asas e o corpo do avião. Eu sou fascinada pelo projeto de Brasília e estando lá não paro de pensar na genialidade de Juscelino Kubitschek, Lúcio Costa e Oscar Niemeyer em construir uma capital no meio do nada e com essa ideia audaciosa.

O dia estava lindo e bastante calor, e como a cidade tem clima muito seco, a garrafa de água é companhia indispensável. A Torre de TV deixa a desejar em seu estado de conservação. Infelizmente não existe nenhuma placa indicativa, nem explicando nada sobre a construção de Brasília. O elevador é antigo e não há nenhuma opção de alimentação ou souvenirs lá em cima. Falta ar de turismo na atração, e isso é uma pena para uma cidade tão linda!

Tiramos fotos no alto da torre e seguimos para nosso hotel deixarmos nossas mochilas e continuarmos o passeio.

Próxima parada: Catedral de Brasília, linda e imponente e que pela primeira vez consegui visitar por dentro.

Seguindo pela Esplanada dos Ministérios, paramos no Palácio do Itamaraty e de lá seguimos para o Congresso Nacional caminhando.

Aproveitamos para fazer o tour, gratuito, pelo Congresso Nacional que estava prestes a começar.

O tour começa com um vídeo contanto a história do prédio e mais alguns fatos da história brasileira. Após a rápida sessão, seguimos para o Salão Verde ( os salões têm o nome de acordo com a cor do carpete)

Durante o passeio, o guia muito simpático ia explicando todos os detalhes sobre as obras de arte, dados e fatos dos locais. A segunda parada foi no Congresso Nacional.

Saindo do Congresso, fomos conhecer o Túnel e ali não tem como não imaginar os apresentadores do CQC abordando os políticos, hehe….

A próxima parada foi no Senado Federal, onde também recebemos muitas informações sobre o funcionamento do local.

A visita dura 1 hora, mas eu nem senti passar pois achei muito legal poder conhecer mais sobre o local onde são decididas coisas tão importantes de nosso país. É claro que também não tem como pensar no lado negativo da política. A visita é profissional e estruturada, senti orgulho de ver funcionando tão bem este serviço na capital brasileira. Parabéns aos organizadores deste tour, o turismo e os turistas agradecem! 🙂

Já era fim de tarde, mas mesmo assim ainda tivemos pique para irmos à Praça dos 3 Poderes e fotografar o Palácio do Planalto e as demais atrações da área.

No subsolo da Praça, no Espaço Lúcio Costa, há uma maquete de Brasília que também vale uma visita para ver mais uma vez a “planta” da cidade.

Voltamos caminhando para o carro e fomos contemplar o mais bonito pôr-do-sol de Brasília, segundo os nossos guias.. O último destino do dia foi o Pontão do Lago, um lugar agradabilíssimo que tem lojas, restaurantes, feirinha, pista de caminhada, esportes náuticos, etc. Parecia que estávamos na orla de Brasília, às margens do Lago Paranoá. Uma delícia! Não haveria lugar melhor para terminarmos o dia…

Saímos do Pontão e já era noite, e depois de um dia tão cheio de atividades, nada melhor do que encarar um delicioso rodízio de pizza no restaurante Naturetto, mais uma super indicação da Cibeli. O lugar é bem decorado, o atendimento muito bom e as pizzas dispensam comentários, hummmm…

Nos matamos de tanto comer, passamos num supermercado para comprarmos água e refrigerante para levarmos para o hotel e seguimos para lá.

Chegamos no hotel e estávamos exaustos, porém muito felizes de termos conhecido mais de Brasília e principalmente pessoas maravilhosas como a Cibeli e o Garibaldi, que fizeram de tudo para nos agradar. Parecia que nos conhecíamos há tempos, de tão legal que foi nosso dia.

O Loedi ficou fascinado com a cidade e eu passei a gostar mais ainda…. Felizes, fomos dormir cedo, pois ainda tínhamos o domingo todo pela frente na capital federal… 🙂 Obrigada mais uma vez, Cibeli e Garibaldi!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Brasília, Brasil, Centro Oeste do Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s