Como planejar uma viagem para a Europa: parte 1

Estava esse mês planejando minha quarta viagem ao Velho Continente e pensando no tanto que dá trabalho fazer isso por conta própria. Por outro lado, é muito gratificante você voltar da viagem e ver que deu tudo certo e que você foi o responsável por isso. Outra coisa que é muito recompensadora é você ver o quanto economiza fazendo tudo sozinho.

Com este pensamentos, resolvi fazer este post para ajudar quem quer se aventurar neste mundo também. Já reforço que você investirá horas e mais horas para cuidar de todos os detalhes, mas em muitos momentos sentirá uma alegria imensa de fazer e imaginar que um dia a viagem chegará. Mesmo me considerando uma planejadora de viagens com um tiquinho de experiência, não é difícil me arrepiar a ver uma foto de um lugar que estou prestes a conhecer. Minhas viagens já começam no planejamento, pelo menos na imaginação. Vamos às minhas dicas:

1) Por mais que economize, a viagem terá um custo alto.

Parece controversa esta frase, mas é a pura realidade. Converso com muita gente que pergunta sobre viagens e que acha que ir pra Europa será barato. Por mais que você aproveite todas as promoções do mundo, use milhas, só coma Mc Donald’s , você não conseguirá gastar pouco dinheiro para ir pra lá. É claro que irá depender da quantidade de dias, de países, de hotéis e etc, mas que vai uma graninha boa, vai. Ok, Thaís, mas você pode dar um exemplo? Sim, claro!

Vamos imaginar uma viagem de uma semana para Lisboa, partindo de São Paulo,  daqui a 6 meses com data flexível (antecedência economiza dinheiro) pegando o hotel mais barato do Booking.com (site que sempre uso), comendo só sanduíche, seguro saúde (obrigatório para os países do Tratado de Schengen) e ver quanto custa?

Passagem ida+volta: R$2500,00

Hospedagem em hostel, com banheiro compartilhado (opção mais barata): R$448,00

Alimentação só com sanduíche (15 euros por dia): R$300,00

Transporte (5 euros por dia): R$ 92,00

Seguro Saúde: R$132,00

Neste exemplo de uma semana e sem nenhum conforto, só nos itens essenciais você gastaria quase R$3500,00. Isso sem contar os passeios, a vontade de comprar alguma lembrancinha, comer algo especial, imprevistos e etc…

Ok, ponto um explicado, vamos para o passo mais importante: a definição do roteiro!

2) Definição do roteiro:

Para os apaixonados por viagem, como eu, esta é a parte mais difícil! Como tenho vontade de conhecer o mundo todo, muitas vezes tenho vontade de fazer loucuras e incluir um monte de lugar na mesma viagem. Mas, a dica aqui é cuidado!

Um ponto importante para pensar nessa fase é: que tipo de viajante eu sou? Gosto de apenar ver os pontos turísticos, bater foto e partir para o próximo ou gosto curtir o clima local, o ar, sentir a cidade, ver os detalhes?

Eu não tenho muita paciência para ficar muito tempo no mesmo lugar. Prefiro ver várias coisas numa única viagem. Claro que pesquiso antes para ver se a cidade precisa de muitos dias, e se assim for, reservo mais diárias. Mas se as atrações são poucas, pra que ficar uma semana?

Se você prefere ficar mais dias e fazer as coisas com mais calma, é nesse momento do planejamento que precisa considerar.

Vou listar as cidades que conheço na Europa e dizer MINHA (e digo minha mais uma vez para que não gere controvérsia) opinião sobre quantidade de dias que fiquei, se achei suficiente e o porquê:

Paris (França): fiquei uma semana e achei pouco. A capital francesa tem muitas atrações tanto em Paris como nos arredores. Das cidades que conheço, a que eu mais reservaria tempo!

Brugges (Bélgica): a cidade é bem pequenininha e praticamente tudo pode ser feito andando. Fiquei um dia lá e achei suficiente.

– Amsterdã (Holanda): não sei se foi o frio intenso, ou a atmosfera alternativa da cidade, mas eu não gostei muito de lá. Quando planejei, achei que iria me arrepender de ter reservado só 1 dia, mas estando lá, achei o suficiente.

Lucerna (Suíça): outra cidade pequena e com possibilidade de fazer tudo caminhando. Em um dia, conseguimos visitar as principais atrações da cidade.

– Zurique (Suíça): outra linda cidade suíça e que conseguimos aproveitar bem em 1 dia.

Roma (Itália): eis aqui um erro que cometi em planejamento. Reservei 4 dias para a capital italiana, mas em 3 já tínhamos visto tudo. Muitas atrações são próximas, o que te economiza bastante tempo.

– Londres (Inglaterra): reservamos 4 dias e achei pouco. Uma cidade encantadora e cheia de atrações. Se eu fosse planejar de novo, teria reservado pelo menos 5 dias para a terra da rainha.

– Atenas (Grécia): outro erro de planejamento! Guardamos 3 dias, mas em 1 dia e meio tínhamos visto quase tudo (sem entrar em museus, que não gosto)

– Frankfurt (Alemanha): Frankfurt não tem muitas atrações turísticas e as poucas que têm podem ser visitadas em 1 ou 2 dias.

– Colônia (Alemanha): também acho que 2 dias são mais que suficientes.

– Viena (Áustria): puxa! Pra essa viagem faltou tempo! Reservaria no mínimo 2 dias inteirinhos para conhecer a linda capital austríaca.

– Budapeste (Hungria): outra linda cidade do Leste Europeu. 2 dias também valem a pena por lá.

– Praga (República Tcheca): cidade de conto de fadas! Também merece pelo menos 2 dias.

Vocês puderam ver que errando a gente aprende, haha. O bom é que nas próximas sempre se tenta evitar os erros do passado.

Não se desespere se quer fazer uma viagem Paris-Londres e só tem uma semana! É claro que é possível e além de tudo a viagem será maravilhosa, mas aí você tem o desafio de escolher o que faz questão de ver.

Maluquinha como sou, consegui fazer Alemanha-Áustria-Hungria e República Tcheca em uma semana, portanto, com jeitinho tudo é possível 🙂

Outra dica é fazer várias alternativas de roteiro e uma boa ferramenta para usar é o Google Maps, pois ficará mais fácil de você ver a ordem dos países, a distância e qual o sentido da viagem. Isso tudo bem antes de pensar na passagem aérea.

Porém , em alguns casos, pode acontecer o contrário! Você achou uma super promoção de passagem para determinado lugar e precisa comprar logo para não perder o preço. Sem problemas! Compre e depois veja por perto quais são suas opções de passeio.

Outro ponto importantíssimo nessa fase é a época do ano em que pretende viajar. Lembre-se dos dois extremos: verão europeu com sol até tarde da noite = aproveitar mais e inverno europeu com dias curtos = aproveitar menos.

Um site que me ajuda bastante nessa pesquisa é o Gaisma, que tem horário de nascer e pôr-do-sol nas principais cidades europeias.

Nossa! Este post já está com mais de 1000 palavras e ainda estamos na definição de roteiros…. Viu só como dá trabalho, rsrsr? Os próximos passos deixarei para a parte 2, ok?

Anúncios

11 Comentários

Arquivado em Europa

11 Respostas para “Como planejar uma viagem para a Europa: parte 1

  1. Flavia

    Eu sempre, sempre mesmo espero para comprar a passagem em promoção, já consegui comprar até por 600 reais na Qatar!!!!!!! essa nunca mais!!!! e com isso a viagem sai bemmmm mais em conta.
    Sobre o tempo em cada cidade você coincide muito com a minha opinião! Realmente Paris e Londres dá para voltar mais umas 2 vezes, rsrsrsr não cansa nunca. Concordo com Roma e Atenas também.
    Ótimo Post Thais! bjosss

  2. Thais, qual a sua opinião sobre ir uma vez a cada ano e cada vez conhecer no máximo 3 países? Aquele abraço e como já dizia o “velho deitado”: Navegar, oops, digo, viajar é preciso! rs rs rs rs

  3. eduardo tavares

    Ola,
    voce acha que numa estadia de 5 dias uma pessoa gasta em media quanto?

  4. Nice

    Querida amei seu post, pretendo ir no proximo ano, em meados de setembro. Gostaria de ficar em um hotel proximo a tudo hahaha e tambem que fosse um preço razoavel sabe. Teria algum para indicar-me? Desde já agradeço. Obrigada 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s