Como planejar uma viagem para a Europa: parte 2

Após o primeiro post, ou você está empolgado para começar a planejar, ou está coçando os dedos para partir para a opção mais prática: pacotes de viagem.

Claro que os pacotes têm sua vantagem, sendo a principal a comodidade de apenas dizer o que quer, pagar e aguardar a data da viagem. Mas vamos ver se a diferença no preço vale a pena?

3) Pacote ou conta própria?

Escolhi o roteiro Paris para brasileiros 9 dias da CVC, com saída promocional em 10/10/2012, 1 apartamento, 2 adultos. Quando você olha o preço sugerido, acha até em conta, R$3990,00. Porém, ao escolher o hotel, você descobre que nesse primeiro valor não estão inclusas as diárias. Quando opta por “Calcular valor total da viagem”, o valor passa para R$8498,00 ( hotel Quartier Bercy Square +passagem+traslado ida e volta aeroporto)

Vamos ver por conta própria:

– Passagem TAM: R$3300,00

– 7 diárias mesmo hotel da CVC: R$2780,00

– Ao invés do traslado, vou incluir o passe Paris Visite, que permite locomoção praticamente ilimitada por 5 dias (mais vantagem que só o transfer do aeroporto): R$138,00

Total por conta própria: R$ 6218,00

Diferença entre pacote e conta própria: R$2280,oo e nesse caso, a única vantagem do pacote é ter alguém te aguardando com uma plaquinha da CVC lá no aeroporto….

Vejam que nesse exemplo peguei as mesmas empresas do pacote para comparar abacaxi com abacaxi. Caso quisesse reduzir ainda mais o valor, poderia ter escolhido um hotel mais em conta, mas nem tão bem localizado ( o metrô de Paris é um dos melhores do mundo. Se pegar um hotel perto do metrô, já está ótimo!) ou ter pesquisado outras companhias aéreas. Fica a dica!

4) Escolhi meu roteiro e agora?

Pronto! Com o roteiro definido, as coisas ficam bem mais fáceis. A primeira coisa a fazer a partir de agora é ver o melhor sentido da viagem. Começo por Paris ou por Roma? Por Madri ou Londres? Dá pra ir por um lugar e voltar por outro?

Aí começa outra grande pesquisa de preços e companhias aéreas. Hoje, no Brasil, sei que temos voos diretos para Lisboa, Madri, Barcelona, Amsterdã, Paris, Londres, Frankfurt e mais algumas cidades da Alemanha, Milão, Istambul, Roma e Zurique. Essas são as cidades que me lembro.

Uma boa alternativa e você começar e terminar por uma delas para evitar as chatas e demoradas conexões. Sou meio chata com isso, e às vezes pago até um pouco mais por um voo direto, pois além de tudo, como a maioria dos brasileiros, ainda chego em São Paulo e tenho que pegar outro voo até Curitiba 😦

É possível sim ingressar na Europa por uma cidade e sair por outra. As principais companhias aéreas permitem a compra com esta especificidade no site. É só ir na opção Multi-city ou Múltiplas Cidades/Destinos.  Já usei sem problemas esta opção na TAM e na Lufthansa.

Tem paciência e quer economizar mais ainda? Se ir e voltar do mesmo lugar sair bem mais em conta, calcule o preço da passagem interna na Europa (que com antecedência têm ótimos preços) para ver se não vale a pena. Vamos ao exemplo:

Voo Ida e Volta SP – Madri , TAM : preço R$2279

Voo Ida por Madri e Volta por Paris, TAM : preço R$2739

Diferença de Preço: R$460,00

Passagem aérea Easyjet Paris-Madri: R$160,00 (com 1 mala)

Economia: R$300,00

Eu particularmente não arriscaria este tipo de operação, pois já não gosto da volta e se ela for mais cansativa, pior ainda. Masss, para quem está com os trocos contados para a viagem, fica aqui mais uma maneira de economizar.

Detalhes importantes na escolha do voo: preste atenção no horário de chegada no destino. Já pensou, após 11 horas de voo, você chegar às 3 da manhã em um lugar estranho e com língua diferente?

Atente-se também se no seu horário de chegada haverá transporte público disponível no aeroporto, ou você só terá táxi de alternativa e aí o preço é mais caro.

E pense na volta também! Se tiver que passar por SP ou RJ, veja quantas horas terá que aguardar a sua conexão. Ainda não fui para a Colômbia por causa desse detalhe. Os voos chegam em SP às 3 da manhã e o primeiro voo pra Curitiba é só 8 da manhã. Assim não rola….

Se você é cliente de algum programa de fidelidade, fique atento se a cia aérea que você escolheu pontua em algum deles. Na TAM, por exemplo, ida e volta pontuam 12 mil pontos…. Se a diferença entre a TAM e a Iberia fosse pequena eu pagaria a diferença pela vantagem de ganhar points.

Outra coisinha que eu acho que também vale a pena pagar um pouquinho mais é voo noturno. Não costumo dormir bem no avião, principalmente no voo de ida, mas o pouco que durmo  faz diferença. Odeio voo diurno e pago o preço por isso.

E por falar em preço, não são todas as companhias que fazem voo para a Europa que parcelam o pagamento. A TAM parcela até em 6 vezes, já na Lufthansa só dá pra pagar à vista.

 A passagem será grande parte de seu investimento na viagem e para mim é o principal valor a ser economizado se você estiver planejando com antecedência.

Em todos meus planos de viagem, só começo a comemorar após a compra da passagem. Depois disso feito, o resto é bem mais gostoso de planejar pois já tem data de início e fim, por onde chegar e por onde partir.

Esse assunto fica para o próximo post 😉

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Europa

4 Respostas para “Como planejar uma viagem para a Europa: parte 2

  1. Perfeito seu post! Mto obrigada por dividir suas experiências!
    Abração!
    : )

  2. Nice

    Estou amando, e aguardando ansiosamente o proximo post. Obrigada querida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s