Luxemburgo: parte 1

Nosso voo de Lisboa à Luxemburgo foi com a Portugalia, a empresa regional da TAP. O voo foi tranquilo e com ótimo serviço de bordo. Devido à diferença de fuso, chegamos por volta de 17 horas e já era noite.

A temperatura quando chegamos era de 8 graus, bem menos do que tínhamos pego em Lisboa. Para chegarmos até o centro da cidade, pegamos o ônibus número 16 e descemos na estação central.

Hummm, muitos devem estar pensando? Onde fica Luxemburgo? Que língua se fala lá? Talvez muitos nunca ouviram falar sobre esse país, portanto vou fazer uma breve apresentação.

Luxemburgo é um país bem pequeno e faz fronteira com Bélgica, Alemanha e França.

Luxemburgo

Tem como língua oficial o francês, o alemão e o luxemburguês. Dentre as 3, a que mais ouvimos e vimos por lá foi o francês. Mas é super interessante você entrar num Mc Donald’s e , de repente, estar tudo escrito em alemão.

O país, que tem a capital como o mesmo nome, destaca-se na Europa por ter uma das maiores rendas per capita do mundo e também um dos maiores índices de desenvolvimento humano. A moeda por lá também é o euro. Essas eram as principais informações que tínhamos sobre Luxemburgo.

Já no caminho, pudemos observar as lindas paisagens que nos aguardavam no dia seguinte. Minha mãe e minha sogra finalmente estavam vendo a Europa do jeito que deviam ter imaginado antes de viajar.

Tínhamos um mapa em mãos e achamos que seria super tranquilo chegar até o hotel, visto que a rua era bem ao lado da estação. Andamos um pouco, encontramos a rua de nosso endereço, porém a numeração estava muito alta. Caminhamos mais algumas quadras e quando fomos analisar mais detalhadamente o mapa, notamos que a rua era em círculo e que obviamente tínhamos ido para o lado errado. Ok, ok, andar arrastando mala é uma delícia mesmo……

Estudamos o trajeto e começamos o caminho de volta. Devido à situação, nem estávamos nos incomodando mais com o frio e com a leve garoa que vira e mexe aparecia. Após alguns minutos de caminhada, finalmente chegamos ao hotel Le Chatelet.

DSC01177

Como na maioria dos hotéis da Europa, o checkin foi muito rápido e logo fomos acomodados. Hotel simples e limpinho, do jeito que a gente gosta.

DSC00987

Com bastante fome, fomos jantar na pizzaria Bella Italia, que era bem próxima ao hotel. Nesse primeiro contato com a cidade, foi notável a forte presença de portugueses por lá. Todos os garçons que nos atenderam eram da terrinha. Voltamos, fiz o estudo do roteiro para o próximo dia e logo fomos dormir.

image

De todo nosso roteiro, esse era o único hotel com café da manhã. E para nossa surpresa, um café bem acima dos padrões europeus. Já fizemos o checkout, deixamos nossas malas no hotel e fomos desbravar Luxemburgo City.

Em pesquisas antes de viajar, achei pouca coisa sobre esse pequeno país. As dicas que levei achei no blog da Dri Miller e no “Alemanha, por que não”  Também não acho que este país seja tão conhecido pelos brasileiros. Por que escolhi ir pra lá? Porque adoro esses lugares que não são tão famosos, ainda mais um lugar que dá pra conhecer em um dia.

Pelo que li e pesquisei, a cidade poderia ser facilmente explorada a pé e essa foi nossa opção. Bem agasalhados, partimos rumo ao day tour – assunto do próximo post.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Luxemburgo

3 Respostas para “Luxemburgo: parte 1

  1. Milena

    Olá adorei suas dicas, estão sendo valiosas pra mim.
    Onde voce pegou o mapa antes da viagem para desbravar Luxemburgo?
    Da pra se virar bem só com o inglês?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s