Paris pela segunda vez: parte 2

No caminho para o Museu dos Inválidos, mais uma vez nos apaixonamos pelas folhas amarelas no chão e lá fomos nós tirar mais fotos com elas…

DSC07320

Um bom ângulo de foto nesse trajeto é parar nas pequenas rotatórias que existem no meio da rua e aproveitar a ponte Alexandre III ao fundo.

DSC07308

Dessa vez, optamos apenas por ver a área externa do museu, uma vez que o tempo era curto. Em nossa primeira visita visitamos o interior do local onde está a tumba de Napoleão Bonaparte e vários objetos utilizados nas guerras em que a França se envolveu. Eu, pra variar, achei uma chatice, mas o Loedi amou.

Mesmo só para ver a fachada, a visita vale a pena. Mais uma perfeita construção de Paris, com lindos detalhes e belos jardins.

DSC01342 DSC01346 DSC01356 DSC01359

Já era tarde e precisávamos almoçar para repor nossas energias nesse dia tão corrido. Fomos para a Champs-Elysees e comemos Mc Donald’s. Aproveitamos também para dar uma descansada nas pernas, que nessa altura da viagem, já pediam socorro.

Desde que chegamos em Paris, a atração que minha sogra e minha mãe mais queriam ver era a torre Eiffel e após o almoço finalmente chegou a hora de irmos para lá.

Da outra vez que fomos , vacilamos. Chegamos na torre já por sua base e não tivemos a visão toda do local. Nessa vez, fomos para o melhor ponto para se fotografá-la: o Trocadero (tem uma estação de metrô com esse nome). De lá realmente se tem o melhor ângulo para a torre inteira na foto e além disso, ver a bela fonte e os jardins do lugar. Para quem vê pela primeira vez, é demais! Para que vê pela segunda vez, também é 🙂

DSC07363DSC01366 DSC01375

Se você não se controlar, passará horas tirando foto do principal ícone da capital francesa. E por mais que tire muitas fotos, sempre vai achar que não conseguiu registrar tudo o que queria. Como nossas baterias das câmeras já estavam acabando, até que conseguimos economizar um pouco.

Dali do Trocadero seguimos para a fila de subida na torre. Por lá ficamos cerca de 40 minutos e finalmente chega a hora de entrarmos no elevador e termos a linda vista lá de cima. Existe a opção de reservar o ingresso e agendar horário pela internet e assim evitar as longas filas. O grande risco dessa opção é o clima. Vai que fica cheio de nuvens bem na hora que você marcou? Preferimos não arriscar….

Demos sorte e pudemos ver de cima a cidade Luz de todos os ângulos 🙂

DSC01383 DSC01386 DSC01388DSC07403

Confesso pra vocês que esse é um passeio legal na primeira vez. Não achei tão interessante na segunda, pois já sabia o que ia ver lá de cima… mas mesmo assim valeu a pena!

O dia começou a escurecer e consequentemente a temperatura cair. Quando descemos da torre, aproveitamos para nos esquentar com mais um delicioso vinho quente.

DSC01402

De acordo com nosso roteiro, ainda faltava o Arco do Triunfo par fecharmos o dia 1 express por Paris e lá fomos nós. A luz já estava ruim e as fotos não ficaram muito boas.

DSC07426

E como pouca luz = pouca foto, encerramos nosso roteiro diurno e fomos bater perna e apreciar toda a elegância da Champs-Elysees….

DSC01432

Após algumas comprinhas, seguimos para o Trocadero de novo para eu cumprir uma promessa que fiz a mim mesma: dessa vez eu veria a Torre Eiffel à noite!!!!

E assim que a avistamos, toda iluminada, tivemos a sorte de vê-la com luzes de Natal…. mais magnífica do que nunca. Pena que nenhuma foto prestou.

Mesmo após as luzinhas de Natal terem sido apagadas, ela continuou maravilhosa e após muito cliques conseguimos algumas fotos boas (fotos à noite são um desafio!!!)

DSC07443 DSC07435

Encantados com tudo que vimos e vivemos nesse dia e cansados pela maratona, fomos para o hotel. A correria valeu a pena, mas só serviu pra dar um gostinho do que é estar em Paris.

Chegamos e logo fomos dormir, pois precisávamos descansar para encarar o segundo dia, que é de onde começa o próximo capítulo 😉

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Europa, Paris

Uma resposta para “Paris pela segunda vez: parte 2

  1. Flavia

    Realmente Paris encanta 1, 2 várias vezes, adoro!
    Sobre a torre vc tem razão, o melhor lugar para chegar é o ” Trocadero”. Lembro quando fui da segunda vez e levei minha familia, assim que saimos da estação trocadero e viramos a esquina deram de cara com ela, linda! foi legal de ver a expressão deles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s