Pequim parte 5: Houhai

Ao sairmos dos Hutongs, fomos andando na avenida principal e meio que sem querer entramos numa rua super agitada e bonita e quando olhamos no mapa descobrimos que estávamos na região de Houhai.

DSC00436 DSC00437

Era domingo, mas estando na China uma das primeiras coisas que você começa a perceber é que qualquer dia da semana parece igual. Aquela imagem que temos que no final de semana as lojas fecham e vemos menos pessoas na rua não existe por lá. Seja segunda, terça ou domingo as lojas estarão abertas até tarde da noite e sempre sempre sempre tudo estará cheio de gente.

A região de Houhai é cheia de lojas, bares e restaurantes e tem um clima bem descolado. Como esse era nosso primeiro passeio oficial por Pequim, ainda não estávamos acostumados com a enorme quantidade de gente por metro quadrado, mas isso foi legal para começarmos entrar no espírito chinês.

DSC00438 DSC00441 DSC00444

Caminhando por ali logo chegamos ao parque de Houhai, que tem como atração principal os seus lindos lagos. Chegamos por uma ponte e nos divertimos um monte ao ver o congestionamento de barquinhos tentando passar para o outro lado. Estava tudo tão lotado, que ninguém conseguia se entender.

DSC00447 DSC00449

Após darmos boas risadas com a confusão, fomos andando pela beira do lago apreciando a paisagem que só não era mais bonita por causa da poluição que encobria o lago. Essa é outra coisa que você demora pra acostumar por lá. O tempo sempre parece nublado, quando na verdade é a poluição que encobre tudo. Eu que moro em Curitiba achava que era neblina, mas logo o Loedi disse, neblina com esse calor é impossível, hehe.

DSC00461 DSC00462 DSC00470 DSC00471

Na rua lateral ao lago, vários restaurantes internacionais com ambiente bem aconchegante.

DSC00456 DSC00457

O parque é enorme e ao nos localizarmos no mapa, resolvemos voltar para o outro lado. Os lagos são tão grandes que quando foram descobertos, há muito tempo atrás, receberam nomes de mar: Rear Sea, Western Sea e Front Sea.

DSC00463

Contornando agora a outra margem, nos deparamos com algumas manifestações culturais dos chineses. A primeira foi um grupo tocando algum instrumento de percussão que não me arrisco dizer o nome pra não errar. Nós apelidamos de Olodum  da China 🙂

DSC00476

A outra figura que encontramos foi um senhorzinho que ficava arremessando um peso para demonstrar sua força e agilidade aos 80 anos de idade. Olhem o físico dele que faz inveja a muito mocinho de 30 anos!

DSC00477

Após assistirmos a performance dele, fomos em direção à rua na intenção de pegarmos um táxi para voltarmos para as proximidades do hotel.

DSC00478 DSC00479 DSC00480

É claro que nenhum táxi parou pra gente e após muito estudarmos o mapa descobrimos que a opção mais viável naquele momento seria caminharmos meio quilômetro até a estação mais próxima do metrô. Acho que essa foi uma das caminhadas mais longas que já fizemos pois tínhamos contra nós todo o cansaço da viagem mais a camelação na muralha da China na manhã deste dia. Mal podíamos acreditar quando finalmente chegamos na estação.

DSC00483

E para noooossa alegria, até chegarmos na estação que queríamos andamos mais um montão dentro do metrô. As pernocas já pediam socorro! Desembarcamos na Wangfujing e lá fomos dar mais um rolê por uma das ruas mais agitadas de Pequim. Ao sairmos da estação, mais uma vez o choque: e o domingo? Quase 7 da noite e era esse o movimento por lá.

DSC00490

Entramos na outra rua estilo gastronomia exótica e quase passei mal com o cheiro. Nesta eu não teria comido o escorpião.

DSC00492 DSC00494

Sorte que logo a frente saíram de cena as comidas e surgiram lojinhas de souvenirs e outras tranqueirinhas. Demos mais umas voltas por lá e fomos procurar algo para comer. Essa seria minha primeira refeição do dia após o café da manhã, mas eu ainda estava sem fome. O fuso horário realmente me pegou.

Passamos num KFC, sofremos um bocado pra fazer o pedido mas felizmente um menininho de cerca de 10 anos ficou todo orgulhoso ao nos ajudar com a tradução do pedido. Comemos e logo voltamos para o hotel para finalmente descansarmos após esse dia tão intenso.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Ásia, China, Pequim

4 Respostas para “Pequim parte 5: Houhai

  1. Giovanna Segalla

    Oi, Thais! Conheci seu blog há umas semanas, pois estou indo com meu namorado para Curaçao em dezembro. Daí vi que você conhece MUITOS lugares e acho que li todas as postagens (e olha que eu vivo reclamando que tô sem tempo haha). Meu namorado é argentino e acho que o fato de ter que viajar pra ver ele me fez ter mais vontade de conhecer esse mundo enorme. Parabéns pelo blog, eu amei cada postagem e concordei com cada palavra escrita sobre o quanto é bom viajar e conhecer novas culturas, novas pessoas. Não sou rica, mas cada dinheirinho que ganho é visto como uma oportunidade pra eu conhecer um lugar diferente. Obrigada MESMO pelas dicas! Virei fã de carteirinha do blog 😀

    • Oi Giovanna! Que bacana ler um comentário como o seu. É isso que me motiva a continuar contando minhas peripécias mundo a fora. Tenho certeza de que você irá amar Curaçao 🙂 Obrigada por comentar e seja muito bem-vinda ao blog! 🙂 🙂 🙂

  2. haha, você me flagrou fotografando a noiva…Esta viagem vai ficar na historia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s