Cingapura: Gardens by the Bay

Nosso terceiro e último dia em Cingapura amanheceu chuvoso e nossos planos de ficar na piscina pela manhã foram literalmente por água abaixo. Sendo assim, resolvemos antecipar nosso checkout e seguirmos para o Gardens by the Bay, que era a atração que estava faltando conhecermos e que fica bem na frente do Marina Bay Sands. Pagamos a altíssima conta do hotel (com dor no bolso, mas feliz por ter tido essa experiência) e fomos para os jardins. Ao chegar, não pudemos perder a chance de fotografar um outro ângulo do hotel, rsrs.

DSC04216

Para entrar no Gardens by the Bay, não é necessário pagar ingresso. Você paga apenas pelas atrações que quiser visitar. Logo na entrada, pegamos um mapa para nos localizarmos e a moça logo nos disse: aproveitem enquanto a chuva não piora 😦

DSC04217 DSC04220 DSC04221

O parque é enorme e existem exposições de diversas floras do mundo todo. Eu não estava com muito saco pra ficar vendo plantas naquele tempo horroroso, mas queria muito andar na passarela entre as “árvores gigantes”

DSC04226 DSC04227

Mas, como a chuva apertou em seguida, a passarela fechou e o jeito foi nos abrigarmos numa área coberta até o tempo melhorar.

DSC04236

Esperamos, 10, 15 minutos e nada da chuva parar. Sendo assim, como tínhamos nossas capas de chuva na mochila resolvemos encarar uma volta pelos jardins mesmo com o tempo daquela maneira. Fomos andando e achando no mapa as áreas que mais nos interessavam. A que mais queria ver era a de frutas e flores, onde pudemos conhecer um pouco mais sobre as espécies do mundo.

DSC04237 DSC04239 DSC04240 DSC04244

Esperamos, esperamos e nada de abrir a passarela. A chuva parecia que nunca mais ia parar 😦

DSC04257

Aproveitamos para tirar mais algumas fotos do local e em seguida achar um outro local para visitarmos após o almoço.

DSC04254 DSC04256 DSC04258 DSC04259

Resolvemos pegar o metrô e ir até o shopping Suntec e ver a maior fonte do mundo: a Fountain of Wealth. Nossos planos era passar em algum lugar para comermos no caminho. Ao avistar a fonte, ficamos frustrados, pois não achamos nada demais. Ela não estava ligada, mas mesmo se tivesse acho que não seria algo imperdível perto das demais atrações de Cingapura.

DSC04265

Lembramos de um Popeye’s que ficava perto da Singapore Flyer e pra lá seguimos almoçar. Enrolamos um bom tempo lá e aproveitamos para tirar mais umas fotos com o Gardens by the Bay ao fundo.

DSC04273

A chuva resolveu dar uma trégua e adivinha pra onde resolvemos voltar? Pro Gardens by the Bay, é claro! Não podia ir embora de Cingapura sem andar naquelas passarelas. Lá estávamos nós de novo 🙂

DSC04294 DSC04298

Para nossa alegria, agora as passarelas estavam abertas. Compramos nossos ingressos e rapidinho estávamos lá em cima. Eu achei super legal a caminhada, já o Loedi achou furadaça, hahahaha.

DSC04310 DSC04311 DSC04316 DSC04320 DSC04325

Com nossa última missão cumprida em Cingapura, chegava a hora de nos despedirmos de uma das cidades mais incríveis que já visitamos. Repeti várias vezes nesses três dias que facilmente moraria por lá, na Ásia que não parece Ásia. É fantástico pensar que esse lugar um dia foi subdesenvolvido e que a rigidez das leis e regras contribuiu para transformá-lo num dos mais organizados que já conhecemos.

Pegamos nossas malas e seguimos para o melhor aeroporto do mundo, que será o assunto do último post sobre Cingapura.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Ásia, Cingapura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s