Barbados – planejamento

Quando falo que vamos passar o final de ano em Barbados, muitas pessoas me olham com cara de interrogação como se não tivessem ideia de onde fica esse lugar. Eu entendo perfeitamente essa reação, uma vez que quando se fala em Caribe, existem outros destinos bem mais famosos do que essa ilha. Veja no mapa onde se localiza mais esse paraíso caribenho em relação aos outros lugares que já visitamos por ali (Playa del Carmen, Aruba, Curaçao, Los Roques e no canto direito, Barbados)  🙂

Capture

Eu ouvi falar sobre Barbados através de alguns amigos meus que fizeram cruzeiro pelas ilhas caribenhas e postavam lindas fotos de lá. Quando a Gol iniciou voo direto para Bridgetown (capital da ilha), já pensei imediatamente em colocar esse destino na minha listinha. Eis que na angústia de decidir para onde viajaríamos no Natal (para manter a tradição que iniciamos 4 anos atrás), Barbados acabou sendo a opção principalmente pela facilidade do voo direto com 5:30h de duração.E assim, numa tarde, estava decidido nosso próximo destino.

Além de praias com areia branquinha e águas transparentes, o que mais me chamou a atenção nas fotos que vi é o snorkel com tartarugas marinhas, que quero muito fazer! No mais, é curtir o sol e calor e aproveitar o descanso com minha família.

barbados-beach

Onde vamos ficar?

Alugamos um sobrado (Honey Pot Apartments)  com cozinha completa, para facilitar a logística de comidinhas da Camila. Além disso, minha mãe e minha sogra irão viajar conosco, e o local caiu como uma luva para 5 pessoas.

Como vamos fazer os passeios?

Como tem sido nas últimas viagens, alugamos um carro para termos flexibilidade nos passeios com a baixinha. O desafio dessa vez, será o Loedi dirigir em mão inglesa, hauhauahuah.

O que queremos conhecer?

Como vamos ficar uma semana, teremos tempo para aproveitar com bastante calma o país, que tem o tamanho aproximado de Florianópolis. Além do snorkel com tartarugas, não planejei nada mais como obrigatório. É claro que tenho pesquisado bastante sobre o destino, e diga-se de passagem, encontrando pouco conteúdo em português sobre Barbados. O que já descobri é que existem muitas praias lindas, para todos os gostos e também programas bacanas fora da beira-mar.

A mala para a viagem será fácil de arrumar, pois só pegaremos calor e além disso a estadia é curta. Estou super ansiosa mais uma vez e quero que essa semana voe! Em breve contarei por aqui como rolou mais essa nossa aventura! Bom final de ano a todos 🙂

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Barbados, Caribe

8 Respostas para “Barbados – planejamento

  1. Oi Thaís, tudo bem? 🙂 Somos a empresa de marketing e comunicação do Escritório de Turismo de Barbados no Brasil e ficamos muito felizes em saber que você está indo passar o final de ano na ilha!!
    Se quiser dar uma olhada em nosso blog http://www.globalvisionaccess.com/blog/category/destinos/barbados/ há bastante informação sobre o destino. Há também o site oficial em português http://www.visitebarbados.com/ e até mesmo um aplicativo chamado Guia de Viagem de Barbados. Se você quiser, nos mande um email também, temos um arquivo com as principais atrações da ilha, tem muuuita coisa para fazer! Assim você consegue planejar a viagem direitinho! Abraços e um final de ano incrível!

  2. Olá, Thais!
    Eu estive em Barbados no carnaval deste ano e simplesmente amei! Do Caribe já conhecia Aruba (q acho maravilhosa), Varadero e um pouquinho do Caribe Colombiano. Mas vou te dizer que minha favorita foi Barbados. A rede hoteleira não é lá essas coisas. Não fico em hoteis chiques, mas sou meio chata com hospedagem… Os restaurantes são maravilhosos e as praias uma beleza!
    Boa viagem e curta bastante!
    Bjs
    Ana Paula

  3. Carmem

    Oi Thaís, tudo bem!! Gostaria de saber se da para encarar uma viagem para Barbados sem saber falar inglês. Bjs.Feliz 2016, com muitas viagens.

    • Olá, Carmem! Depois que conseguimos nos virar na China sem entender nadica de mandarim, vejo que é possível se virar em qualquer lugar do mundo. O que percebi em Barbados, é que o povo é extremamente acolhedor e apesar de o inglês ser dominante (ouvimos muito pouco outras línguas entre turistas por lá), a boa vontade deles ajuda muito. Pela beleza do lugar, pelo acolhimento do povo e com um bom planejamento, acredito sim que seja possível encarar a viagem sem falar inglês. Tenho certeza que irá amar a ilha! Um abraço

  4. Adriana

    O que vc diria sobre o apartamento q ficou? Locomocao pra outras praias, sua localizacao, etc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s