Barbados: um rolê em Bridgetown

Após esses dias em Barbados, eu estava sentindo falta de conhecer um pouquinho mais do dia-a-dia dos locais, pois nas praias víamos mais turistas do que os moradores da ilha. Optamos então por conhecer o centrinho da capital da ilha e passar algumas horas em meio ao agito do comércio bajan. Ao sair de Bottom Bay fomos direto pra lá e encontramos facilmente um estacionamento público. Estávamos prontos para bater perna em Bridgetown.

Chegamos bem em frente à ponte Chamberlain, um dos cartões-postais da cidade e que tem ao fundo o Parlamento, outra famosa construção de Barbados.

IMG_6016 IMG_6017

Atravessamos a ponte para chegar mais perto do Parlamento, paramos numa pracinha para dar o almoço da Camila e seguimos rumo à Broad Street, a rua de comércio mais agitada da ilha.

IMG_5984IMG_5985IMG_5986

Eu não achei nada demais na rua, mas a experiência foi legal por termos contato com a “Barbados” além das praias. Almoçamos num KFC por ali (nossa única refeição fora do apartamento em nossa estadia) e continuamos caminhando em busca de uma lojinha de souvenirs para comprarmos nosso imã pra coleção e também para as mamães comprarem suas lembrancinhas. Por ali não achamos nada e seguimos caminhando sem rumo, apenas se guiando pelo mapa do celular.

IMG_5987 IMG_5990

No caminho, encontramos um centro de artesanato bem ajeitadinho, porém com poucas opções de compra. Seguimos em direção ao porto na esperança de que nas redondezas houvesse o que estávamos procurando, mas também perdemos a viagem. O bom é que pudemos conhecer o calçadão super agradável que dá acesso à região portuária.

IMG_5991 IMG_5993 IMG_5994

Frustrados por não encontrar nada, voltamos para o lugar por onde chegamos e curtimos a agradável vista da calçada que beira o cais do porto de pequenas embarcações.

IMG_6001 IMG_6003 IMG_6004 IMG_6007 IMG_6008

Atravessamos a ponte de volta e por ali encontramos umas lojinhas pequenas com lembranças de Barbados. Enquanto o Loedi fazia o papel de tradutor para as sogras, eu fiquei dando um rolê com a Camila e tentando segurá-la encantada com a água.

Comprinhas finalizadas, chegamos à conclusão de que não havia mais nada para fazer por ali e resolvemos finalizar o passeio do dia. Não achei Bridgetown parada obrigatória para quem visita Barbados, mas a experiência foi bacana. Acredito que fui esperando algo como o que vimos em Curaçao e Aruba e por isso minha expectativa era diferente da realidade que encontramos. Para o propósito de fugir das praias por um dia, o passeio cumpriu totalmente o propósito 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Barbados, Caribe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s