Bate-volta Zagreb – Plitvice Lakes: chegando ao parque

Desde a primeira vez que vi fotos desse local, o coloquei em nossa listinha de destinos. Não me lembro ao certo onde e nem quando descobri que os lagos mais famosos da Croácia existiam, mas lembro perfeitamente da minha dúvida ao ver as fotos: será que é tão lindo quanto parece? Para poder ter a resposta  só havia um jeito: ir até lá para checar!  E assim incluímos mais essa atração em nossas férias.

De Zagreb até o Parque Nacional de Plitvice, ou Plitvicka Jezera, são 130 km, porém a estrada é em sua maioria pista simples e cheia de curvas. Utilizamos o Google Maps Offline para nos guiar e foi fundamental. Há sinalização na rodovia, contudo não são muito frequentes as placas indicando o parque. Levamos quase 3 horas até chegarmos e não pegamos nenhum congestionamento.  Há a opção de se hospedar nas redondezas do parque,  mas como teríamos o voo para Dubrovnik no dia seguinte , preferimos o bate-volta.

Apesar de ser bastante tempo na estrada (6 horas contando ida e volta), recomendo a day trip. Mesmo com a Camila não foi tão cansativo.

Em todos os blogs e sites em que busquei informações a recomendação era unânime: chegue cedo para evitar longas filas. Porém, chegar cedo por lá significa 08/09 da manhã e como teríamos 3 horas de viagem, isso significaria sair de Zagreb 5/6 da madrugada. Dessa forma, preferimos contar com a sorte e encarar a multidão caso fosse necessário. Outra dica preciosa que li foi: apesar do calor de Zagreb, considere levar uma blusa de frio pois a região do parque é montanhosa e costuma ser mais fria. Bingo! Fiquei muito feliz de chegar lá e saber que tinha agasalhado bem a Camila graças a essa informação.

dsc08563

Chegamos por volta de 10h da manhã e ainda conseguimos vaga no estacionamento, que na verdade é um lugar aberto, sem asfalto e com muita vegetação. Já havíamos visto que a fila estava grande e, ao atravessarmos a rodovia e chegar mais próximos, tivemos certeza que teríamos que esperar um tempão para conseguir comprar nossos ingressos e entrar no parque.

dsc08564

Só nos restava alternar quem ficava na fila e quem distraia a baixinha, por quase 2 horas de espera…. Contamos florzinhas, pedrinhas, banquinhos. Fomos ver todas  as placas, inventamos uma vara de pescar e assim foi. Haja criatividade e paciência 🙂  O que consolava é que dali algumas horinhas estaríamos diante de uma das paisagens mais bonitas do mundo 🙂

dsc08560 dsc08565 dsc08567 dsc08570

Dentre os temas que mais me geraram ansiedade nesse passeio era como iríamos transportar a Camila nas passarelas sobre os lagos que não oferecem nenhuma segurança nas laterais. Havia lido relatos de que era ótimo levar carrinho e outros que diziam que seria um desastre. Decidimos por levá-lo, e confiar que tudo daria certo. Nesse período de espera, me deparo com essa placa e a dúvida só aumentou.

img_9244

Por outro lado, o símbolo de interrogação me tranquilizou, e ver muitas outras famílias com carrinho e crianças também aliviou meu receio. Só nos restava aguardar e tirar nossa própria conclusão no final do passeio.

Há várias trilhas para conhecer o Parque Nacional de Plitvice dependendo do tempo, disposição e condicionamento físico que você tem. No site do parque há todos os dados sobre cada uma delas que são nomeadas com letras. Nós já havíamos pesquisado qual seria a melhor opção com crianças e fui checar na recepção que a trilha “B” seria a melhor rota com carrinho. Aproveitamos a placa próxima da entrada para tentar entender como funcionaria na prática.

dsc08566

Ficamos quase 2 horas na fila, observando a falta de agilidade dos funcionários, apenas 2 guichês para atender aquela multidão, grupos enormes chegando com prioridade de entrada, porém nada nos estressou. Finalmente compramos nossos ingressos e poucos passos a frente já nos deparamos com essa paisagem!

dsc08573

Confira no próximo post como foi nossa aventura nos Plitvice Lakes 🙂

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Croácia, Europa, Plitvice Lakes

2 Respostas para “Bate-volta Zagreb – Plitvice Lakes: chegando ao parque

  1. Lani

    Lugar lindo, né? 🙂 vocês conhecem Araxá – MG ou São Miguel dos Milagres – AL? Podem me passar algumas dicas por favor?
    Grata,
    Lani

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s