Arquivo da categoria: EUA planejamento

Segunda vez em Nova Iorque e Miami: planejamento

Sempre digo que se eu fosse rica iria todo ano pra Paris, Londres e Nova Iorque. Mas, como não sou, tenho que me contentar em dar uns pulinhos nessas cidades assim que tiver oportunidade. Para Paris já consegui ir duas vezes, mas para as outras cidades ainda não.

Como já estava planejando engravidar nas férias, antes de embarcar para a Ásia, mais precisamente no dia 14 de julho, começamos a pesquisar passagens para os EUA no final do ano já pensando no enxoval do bebê. A ideia inicial era irmos para Miami, não pelas compras, mas sim por ser uma das poucas regiões dos EUA onde não estaria frio. Quem leu os posts da viagem anterior sabem que não gostei muito da cidade. Pesquisamos, pesquisamos, pesquisamos e me deu um surto momentâneo de querer incluir Nova Iorque no roteiro. O Loedi me disse: vai estar um frio da peste, quer ir mesmo assim? Mal pensei e já respondi: querooooooo!!! Eis que fuçando muito no site da TAM achamos uma passagem num preço ótimo indo por Nova Iorque e voltando por Miami e não tivemos como resistir: com-pra-mos!!!

É claro que tinha que incluir algum lugar novo no roteiro, e pela proximidade de Miami, escolhemos conhecer Key West e a linda rodovia que chega até lá.

key_west_estrada_florida

Dessa forma, nosso roteiro ficou assim:

– Curitiba – 6 dias em Nova Iorque – 1 dia em Key West – 5 dias em Miami – Curitiba

Em Nova Iorque vamos ficar no mesmo hotel em que ficamos da outra vez, o Country Inn Suites. De lá, vamos de American Airlines para Miami. Dormiremos perto do aeroporto no Runaway Inn e de manhã seguimos para Key West onde passaremos o dia. Na volta, vamos nos hospedar no Sombrero Resort e de lá voltaremos para Miami para ficarmos no AAE Lombardy Hotel. Aprendemos na vez anterior que Miami sem carro é impossível e dessa vez alugamos um na Alamo.

Como já conhecemos os principais cartões postais de Nova Iorque, vamos aproveitar essa ida para conhecermos os lugares fechados que não tivemos tempo da outra vez. Afinal de contas, o frio vai estar de lascar e quanto mais programas indoor, melhor. Já em Miami, queremos ver se mudamos nossa primeira impressão da cidade que estará com temperaturas mais agradáveis do que o calorão insuportável que enfrentamos em 2011. E Key West será a novidade da viagem, com direito à mar do Caribe e lindas paisagens 🙂

É claro que o foco principal da viagem é o enxoval da Camila, mas como já planejamos bem tudo que queremos comprar, acreditamos que teremos bastante tempo pra curtir os EUA além dos shoppings e outlets. E além de tudo, não posso esquecer que estou grávida e não posso ter o mesmo ritmo que tive em todas as viagens que fizemos anteriormente. Para quem quer saber como me planejei para fazer o enxoval da bebê nos States, farei um post exclusivo na sequência.

Bem, por enquanto é isso! Agora é só esperar o dia de hoje acabar e embarcar amanhã rumo à terra do tio Sam!

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, EUA planejamento

Estados Unidos – planejamento

Desde quando conheci o meu maridinho, insistia em viajar aos Estados Unidos que sempre foi um dos meus sonhos de consumo. Entretanto, durante 7 anos eu ouvia a mesma resposta: não! não! não! Ele tinha as razões dele para não querer e batia o pé. Bem, o que me restava? Duas alternativas: ir sozinha (que eu não achava uma boa opção) ou convencê-lo – foi por essa que optei. Investi 7 anos dessa nosso casamento sem ser bem sucedida nessa empreitada 😦

Já estava até me conformando com a ideia de não conhecer os States, quando a Anne e o Rodrigo (nossos amigos) nos convidaram para um jantar para que eles nos mostrassem as fotos da viagem deles aos Estados Unidos. Neste dia, tive esperança ao observar a empolgação do Loedi ao ver as fotos.

Ficamos até tarde da noite na casa dos nossos amigos e mesmo assim não tivemos tempo de ver todas as fotos, mas foi uma noite muito agradável. Se o Loedi ficou empolgado com as fotos, imagine eu que sou louca para conhecer aquele país?

Persistente que sou, no caminho de volta para casa perguntei pela 145267894° vez: Amor, vamos também para os EUA? Crente que teria mais um não como resposta, quase fiquei sem reação quando ele disse: Sim, vamos!!!!!!!!!!!! Até hoje agradeço à Anne e ao Rodrigo por esse dia; o dia em que finalmente comecei a planejar uma viagem aos EUA.

Primeiros passos:

Após a afirmação do Loedi não comecei a me empolgar, pois ainda não tínhamos  o visto, que é obrigatório. Sendo assim, coloquei em minha cabeça que só existiriam planos, expectativas e sonhos após a concessão do visto americano. Qual seria, então, o primeiro passo? Agendar o visto!

Estávamos no mês de setembro/2010 e conseguimos agendar a entrevista para dezembro. Como não tínhamos pressa, nem nos estressamos com a agenda lotada do consulado. Nossos planos previam viajar em maio/2011.

Optamos por tirar o visto em São Paulo. No mesmo dia do agendamento compramos passagens de ida e volta de avião de Curitiba a São Paulo pois nossa ideia era fazer um bate-volta.

Fizemos toda a parte burocrática do visto sozinhos, não usamos despachante e nem sentimos falta. Achamos tudo muito simples. Juntamos todos os documentos recomendados e aguardamos pacientemente o mês de dezembro chegar.

O dia do visto:

Madrugamos para conseguirmos pegar o primeiro voo para São Paulo. Chegamos em Congonhas super cedo e já nos dirigimos ao consulado de táxi (pagamos cerca de R$30,00).

Os horários dos agendamentos são rigorosamente cumpridos, portanto não adianta madrugar pois você vai ter que esperar.

Finalmente chegou nosso horário e digo que eu estava um pouco apreensiva devido ao monte de coisas que lemos e ouvimos falar sobre a rigorosidade do consulado.

Depois de passar por algumas etapas, chega a hora da entrevista com o agente. Fomos atendidos por um senhor extremamente simpático que nos fez poucas perguntas e não pediu nenhum documento. Ufa! Visto concedido! 🙂

Após esta experiência, vejo que existe muito blábláblá sobre os mitos do visto. Achei tudo simples e descomplicado, sem nenhum constrangimento como muitos relatam por aí. Realmente as pessoas falam demais sem saber das coisas.

Ao sair do consulado meu primeiro pensamento foi: Uhuuuuuuu, agora sim posso planejar nossa viagem!!!!!

Passagens Brasil/ Estados Unidos:

Já que o visto estava ok, corremos comprar a passagem aérea e marcar nossas férias. Os destinos escolhidos para viagem foram:

– Nova Iorque: nem precisa explicar, não é mesmo? A cidade mais agitada do mundo com certeza estaria nos planos.

– Washington: após ler o livro Símbolo Perdido de Dan Brown, minha vontade de conhecer a capital americana só aumentou.

– Chicago: sempre quis conhecer o lago Michigan.

– Las Vegas: já que o que acontece em Vegas, fica em Vegas, vamos lá conferir de perto o porquê desta afirmação.

– São Francisco: muitas pessoas nos recomendaram essa cidade na Califórnia.

– Orlando: finalmente vou pra Disney, meu sonho de criança!

– Tampa: oba, e também ao Busch Gardens!

– Miami: muita vontade de conhecer o mar de Miami e os super shoppings e outlets.

Com o trajeto costa a costa definido, estudamos a melhor maneira de executá-lo e compramos os seguintes trechos: Curitiba-São Paulo-Nova Iorque na ida e Miami-São Paulo-Curitiba na volta. Com o trecho internacional comprado, começamos a planejar a quantidade de dias em cada cidade.

Nosso roteiro

Definição do cronograma de viagem, hospedagem e locomoção entre cidades:

Sempre digo que a melhor maneira da gente começar os planos para as férias é saber quando vai e quando volta, de onde vai e de onde volta.

Como já estávamos com esses dados em mãos, começamos a especificar o roteiro. Melhor caminho a seguir? Saber o que você quer ver e fazer no lugar, e assim começar a calcular os dias. Para auxiliar, como fazemos tudo sozinhos, montamos uma planilha no Excel com o cronograma e os dados de transporte e hospedagem.

Após muitas pesquisas, decidimos pelo seguinte roteiro:

5 dias em Nova Iorque: uns dizem que é muito, outros que é muito pouco e assim divergem as opiniões. O que nos fez decidir por essa quantidade de dias é que queremos curtir a Big Apple sem pressa…

Do que não abro mão lá? Começando pelo clichê, rsrs, ver a Estátua da Liberdade, caminhar no Central Park, tirar muitas fotos na Times Square, se acabar nas gigantes lojas da quinta avenida, subir no Rockefeller Center, conhecer a Chinatown (adorooooo!). O resto é lucro! Com certeza não faltarão opções nos 5 dias que ficaremos por lá.

Hotel escolhido: Country Inn Suites

Motivo: a hospedagem de Nova Iorque é a mais cara do mundo se você escolher ficar em Manhattan.  Como a cidade tem um excelente sistema de transporte público, escolhemos ficar à 20 minutos do centro e economizarmos um monte na hospedagem. Pra quem não conhece, esse hotel é a linha econômica da rede Radisson.

Como vamos para o próximo destino? De ônibus com a Grey Hound, compramos online.

2 dias em Washington: na capital americana não há muito o que se fazer além dos prédios famosos como a Casa Branca, o Capitol e mais alguns museus famosos. Por isso, esse período é suficiente. Além disso, quer ir ao National Zoo para ver os ursos pandas 🙂

Hotel escolhido: Morrison Clark Inn

Motivo: melhor preço que encontramos

Como vamos para o próximo destino? De avião, com a low-cost americana Southwest.

2 dias em Chicago: para poder ver os principais cartões postais da cidade, além do lago Michigan.

Um dos itens obrigatórios é subir no Skydeck, o prédio mais alto dos Estados Unidos.

Hotel escolhido: Howard Jonhson Inn

Motivo: rede conhecida, inclusive com estabelecimentos no Brasil e foi o melhor preço que achamos.

Como vamos para o próximo destino? De avião, também com a Southwest.

3 dias em Las Vegas: 2 dias para aproveitar tudo que a cidade tem pra oferecer e 1 dia para fazer uma day trip ao Grand Canyon e passar na famosa passarela de vidro.

Hotel escolhido: Stratosphere

Motivo: hotel em Las Vegas é absurdamente barato. Sempre que recebia e-mails com os brinquedos que existem no topo do Stratosphere, ficava encantada. Ao saber que podia ficar hospedada lá e pagando pouquíssimo, fechamos o negócio na hora.

Como vamos para o próximo destino? Tivemos que reservar com uma agência, devido à nossa necessidade de passeio express ao Grand Canyon. Fechamos online com a Grand Canyon Tour Company. Voltamos a Las Vegas e partimos rumo à São Francisco também de avião e com a Southwest.

2 dias em São Francisco: para fotografar as casas vitorianas, a Golden Gate e aquela rua toda cheia de curvas e cenário de muitos filmes: a Lombard Street.

Hotel escolhido: Casa Loma

Motivo: preço e localização.

Como vamos para o próximo destino? Numa longa viagem de avião até Orlando, com a Southwest.

6 dias em Orlando: para ir aos parques Magic Kingdom, Epcot, Sea World, Universal Studios e Adventure e mais um tempo para compras.

Hotel escolhido: La Quinta Inn International Drive

Motivo: hotel em Orlando também é muito barato. Lemos várias recomendações boas sobre a localização deste hotel e por isso escolhemos.

Como vamos para o próximo destino? Como vamos à Tampa, alugamos um carro para irmos até lá e depois irmos para Miami de carro.

1 dia em Tampa: para irmos ao Busch Gardens e enfrentar mais montanhas-russas radicais.

Sem hospedagem, vamos dormir em algum hotel que acharmos na estrada.

3 dias em Miami: para comprar, comprar, comprar e entender o porquê da cidade ser a queridinha dos brazucas.

Hotel escolhido: Riviere South Beach

Motivo: preço e localização.

Depois de Miami, voltamos ao Brasil para embarcarmos para a parte 2 das férias: Peru!

Todas as reservas de hotéis fizemos pelo Booking.com, que é nosso site favorito para hospedagem.

Como foi fazer este planejamento?

Ir ao país mais cosmopolita do mundo é facílimo. Tudo que você quiser saber encontra com a maior facilidade na Internet. Ser o destino favorito de férias dos brasileiros, também ajuda bastante na hora de descobrir as coisas.

Estamos indo numa época em que o dólar está baixo, o que tornou a viagem bem mais em conta do que as nossas férias anteriores. Achei excelente, pois assim sobra uma graninha para as compras.

O mais caro, até mesmo que as passagens aéreas, são os ingressos para os parques de Orlando, mas tenho certeza de que valerá cada centavo.

Nossa locomoção nas cidades será totalmente transporte público e a alimentação 100% fast food, como em todas as viagens que fazemos.

A primeira coisa que quero fazer ao chegar em Nova Iorque é comprar um netbook para que eu possa ir contando meio que “ao vivo” as nossas experiências  aqui no blog.

Faltando uma semana para a viagem ao décimo sexto país de minha listinha, me sinto muito ansiosa ;). Tenho que me acalmar pois ainda não conclui os planos para o décimo sétimo, o Peru – próximo post de planejamento aqui no Próximos Destinos que tem que sair antes de eu começar escrever sobre as aventuras nos Estados Unidos.

Estados Unidos, daqui a 8 dias 🙂 🙂 🙂

25 Comentários

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, EUA planejamento