Arquivo da categoria: Los Angeles

De LA para Cancún, com direito à perrengue

Nosso voo para Cancún estava marcado para 12:00, sendo assim calculamos que tínhamos que chegar às 10 h em LA e portanto teríamos que sair às 7 de San Diego, já com uma folguinha por conta de possíveis congestionamentos. Com isso em mente, arrumamos nossas tralhas e nos programamos para cumprir o plano. Deixamos o hotel no horário previsto e seguimos para o aeroporto.

O que não contávamos era que teriam vários pontos parados já no começo da estrada, e a cada minuto meu coração acelerava mais de medo de perder o voo. Passava um congestionamento, em seguida aparecia outro e assim foi nossa viagem de San Diego para Los Angeles. Andava um pouco, parava outro tanto e nosso tempo cada vez mais curto.

Paramos para abastecer próximo ao aeroporto 10:15h, ou seja, já estávamos atrasados. Pra ajudar, tivemos que esperar o transfer na Alamo e quando chegamos no guichê da Delta já eram 11 h. Nos EUA, a passagem de bebê você compra na hora, mesmo já tendo feito a reserva no site e o procedimento não é simples. Levamos muitas broncas da atendente por estarmos atrasados e no nervosismo de nos ajudar a embarcar, ela se atrapalhou mais ainda.

Nesse instante eu estava nervosíssima e Camila idem. Não sei quem chorava mais, eu ou ela (desespero total, minha gente!!!!) Eis que finalmente finalizamos o check in e corremos pro raio x achando que a pior parte do perrengue havia passado.

Lembram que passamos no posto pra abastecer? Lembram que nos States o abastecimento é self service? Pois bem, a mão do Loedi ficou com resquícios de combustível e nós fomos parados por isso e por estar com mamadeira e comidinhas de bebê, fomos em família para a inspeção. Socorro!!!!! Nossas mochilas estavam lotadas de coisas por conta do excesso de peso nas malas e foi um sacrifício fazer tudo caber nela. Acreditam que nos fizeram tirar tudinho? Peça por peça! Um Deus nos acuda pra fazer tudo caber de volta. Além disso, tivemos que fazer testes em tudo da Camila e isso já era 5 pra 12 h.

Eu chorava muito de raiva, desespero, medo de não embarcar. No meio daquele estresse todo, a Camila berrava e eu sem poder socorrê-la porque tinha que dar um jeito de fazer caber tudo de volta na mochila enquanto o Loedi ia pra uma salinha tirar a roupa para ser revistado. Me culpava por nao ter saído mais cedo, por não ter separado melhor as coisas da Camila, um caos nos meus pensamentos. Acho que esses foram os minutos mais longos de nossa vida de viagens, pois só quem tem filho sabe o quanto dói vê-lo berrar e não poder fazer nada.

Eis que finalmente nos liberam e a única coisa que eu queria fazer era sair correndo e tentar embarcar. Quando vimos o portão de embarque ainda aberto, voltei a chorar mais ainda, mas agora de alívio. Quando sentamos em nossos assentos e vimos que não éramos os últimos a embarcar, respirei fundo e pensei: ufa!!!

Demos almoço pra Camila, que logo se acalmou, paguei pelo wifi a bordo e felizmente pudemos relaxar! Perrengue nunca é bom, mas com bebê torna-se mil vezes pior! Mal acreditei quando a baixinha tirou um soninho e finalmente pudemos curtir o momento de alívio.

IMG_4750
O voo para Cancún foi super tranquilo e a imigração super rápida. Para completar nosso dia de má sorte, fomos escolhidos para revista das malas e lá fomos nós abrir tudo de novo ao chegar ao México. O rigor por lá nem se compara ao dos EUA, mas também não é uma situação agradável alguém fuçando em suas coisas.
O transfer para a locadora demorou muitooo. Para nossa sorte, a Camila estava achando o máximo correr pelo aeroporto. Chegamos na locadora e o processo foi muito lento, não tinha o carro que pedimos e pra ajudar nos informaram que a estrada para Playa del Carmen estava fechada por conta de um buraco na pista.

Como já havíamos lido muitos relatos de golpes no México, ficamos com o pé atrás. Um pouco antes do rapaz relatar esse fato,  eu havia calculado a rota no Waze e não havia nenhuma sinalização de problemas. Dessa forma,  resolvemos ir pelo caminho normal mesmo (morrendo de medo de ter que voltar atrás depois, mas também com medo de cair num golpe logo na chegada). Chegamos no ponto do buraco e era verdade, porém havia um pedaço da pista liberado e pudemos passar (ufa!).

As estradas são muito bem sinalizadas e após quase uma hora de viagem lá estávamos nós em Playa del Carmen. Nos perdemos um pouco até chegar no hotel, mas felizmente encontramos. Fomos muito bem recebidos pela Sra Laura, proprietária da Suites Fenicia (que merecerá um post exclusivo) e rapidamente estávamos instalados.

Após um dia cheio de perrengues, nada melhor do que olhar pra trás e pensar que tudo já tinha passado. Nos restava agora descansar e curtir nossa última semana de férias no México, que será o tema dos próximos posts 🙂

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, Los Angeles

Los Angeles: Beverly Hills, Rodeo Drive e Calçada da Fama

De acordo com nossos planos, nossa segunda ida à LA seria no final de semana para pegar menos congestionamentos e a estratégia funcionou. Porém, ainda assim tivemos que encarar alguns trechos parados, mas bem menos do que durante a semana.

Começamos nosso tour buscando a pracinha mais famosa da região de Beverly Hills, onde se encontra o letreiro que todos querem fotografar. Até chegar, pudemos contemplar as lindas mansões e a organização de tudo por lá. Mais uma vez nos sentíamos bem próximos das casas dos ricos e famosos, sem ao menos saber se algum vive por lá, haha.

IMG_4587

Para achar a pracinha, é só colocar no GPS Beverly Gardens Park. Ao redor do local, o estacionamento é pago. Para estacionar de graça, basta parar menos que uma quadra pra trás. O local conta com um banheiro limpinho e wifi grátis. Perfeito pra já postar uma fotita no bairro das patricinhas do cinema 🙂

IMG_4599 DSC07727

Por ali, deixamos a Camila se divertir correndo atrás dos pássaros, ver os peixinhos e brincar na grama, que é o que realmente importa pra ela.

Nossa próxima parada foi uma das ruas mais chiques de LA, a Rodeo Drive com suas caras e bonitas lojas de grife.

DSC07729 DSC07734 DSC07735 DSC07736 DSC07737

Caminhando por ali e vendo os turistas parando em frente às lojas e tirando fotos, eu e o Loedi conversávamos sobre o turismo de futilidade em LA. Não achamos graça na Rodeo Drive, e nem tínhamos o menor interesse em conhecer as 1322434 casas das celebridades que é um dos passeios mais oferecidos por lá, mas entendemos e respeitamos quem gosta desses tipos de atração. Apenas registro aqui que não é o nosso tipo de passeio favorito.

E se a Rodeo Drive não nos chamou a atenção, mal podíamos imaginar qual seria nossa reação ao chegar num dos points mais comentados de LA: a Calçada da Fama.

Para estacionar naquela região é um caos! Nas ruas não encontramos vaga nem bem distante do local. Sendo assim, tivemos que pagar estacionamento ($10,00) para poder ir até lá.

IMG_4608

Como não sabíamos se haveria vaga próximo, desci sozinha com a Camila e combinei de encontrar o Loedi depois. Ao descer do carro e se aproximar do agito, que loucura! Vendedores de lojas de souvenirs gritando, berrando e enchendo o saco, fanáticos religiosos gritando que Jesus vai voltar, pessoas vestindo fantasias muito mal feitas de personagens, um caos geral!DSC07772

A Camila estava dormindo e para não acordá-la, corri para o outro lado da rua onde havia menos barulho e também tinham as estrelinhas dos artistas estampadas na calçada. Fiquei por ali até o Loedi chegar.

IMG_4612 IMG_4613

Demos uma passada num mercadinho pra comprar uma bebida (o calor estava demais!) e já que ali estávamos, fomos pro fervo maior, que é no Chinese Theather. Por lá as pessoas se amontoam procurando as mãos e pés de seus artistas favoritos na calçada.

IMG_4614 DSC07757 DSC07758

Caminhamos mais um pouco em direção ao teatro onde acontece a cerimônia do Oscar e mais uma vez não achamos nada demais. Gostamos mais foi do Shrek na frente do museu de cera, kkkk.

DSC07755

Andamos mais um pouquinho por lá, mas realmente não gostamos de nada por ali. Tiramos mais umas poucas fotos e resolvemos voltar pra Anaheim.

DSC07767

DSC07768

Esse nosso dia em LA nos fez decidir não voltar no domingo para os points que ainda faltavam. Pensamos que não valeria a pena encarar os congestionamentos para conhecer lugares que aparecem nos guias de viagem, pois estávamos convencidos que a cidade não tem a vibe que gostamos.

Puxa, Thaís, mas você não foi conhecer as praias famosíssimas da região? Não, não fui, rsrsr. Já escrevi várias vezes aqui no blog que o que me chama a atenção em praia é a cor da água. Como não vi nenhuma foto de praia com padrão Caribe de mar, não me importei nem um pouco de deixar de lado Malibu e Santa Monica.

Preferimos passar o domingo em Anaheim, curtindo nossa pimpolha numa das cidadezinhas mais charmosas que já conhecemos, Mais família e curtição e menos cartões-postais, esse tem sido nosso lema ao viajar com a baixinha. E digo pra vocês que está sendo uma delícia!

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, Los Angeles

Disney California Adventure com bebê

Quando estava planejando a viagem, fiquei na dúvida sobre conhecer o outro parque da Disney em Anaheim, o Disney California Adventure ou se ficaria apenas na Disneyland. A dúvida surgiu inicialmente por causa da cotação do dólar (socorroo!!!), mas mesmo assim resolvemos encarar por imaginar que seria um programa legal para nós três. Após nosso primeiro dia por lá, percebemos que tínhamos feito uma excelente escolha.

Continuando a comparação com Orlando, esse parque se assemelha ao Hollywood Studios. Dessa forma, não pude comparar muito pois quando estive lá foi muito rápido em nossa superhipermegaaventura de 4 parques num dia quando fomos pela primeira vez ao Walt Disney World. O que pesou muito para encarar os 2 parques foram os comentários que li sobre a área do Carros, que é exclusiva da Califórnia e que nos disseram valer a pena conhecer.

Ao entrar no parque, já sentimos a vibe bem diferente da Disneyland e isso é bem legal por não parecer mais do mesmo.

DSC07585

 O brinquedo que fazíamos questão de ir mais uma vez, era a Hollywood Tower – como amo essa atração! Para garantir, antes de qualquer coisa corremos para agendar nosso Fast Pass.

IMG_4523

Com o papelzinho em mãos, começamos a andar pelo parque e nos surpreendemos com a quantidade de personagens passando pra lá e pra cá. Dentre os primeiros que vimos, o que mais chamou a atenção da Camila foi o Sullivan e claro que encaramos a fila para algumas fotos.

DSC07604 DSC07607

Encantada com o “monto”, Camila vibrava a cada personagem que encontrávamos e já fomos com a cara do parque por proporcionar essa experiência pra nossa família. Além disso, o cenário do Disney California Adventure é lindo!

DSC07615 DSC07617

Caminhamos em direção à área mais comentada do parque e concordamos que realmente é linda. Cada detalhe do filme Carros pode ser visto por lá, e tudo muito bem feito. Até o calor que fazia nesse dia parecia ser encomenda do cenário 🙂

DSC07623DSC07627DSC07633IMG_4565DSC07632

Um dos brinquedos mais disputados do parque é o Racers. Mais uma vez utilizamos a fila do Single Rider e conseguimos ir rapidinho na atração que tinha espera de quase 1 hora na fila convencional. Esse Single Rider é muito esquema! O ruim é não ter com quem compartilhar, mas enquanto a Camila é pequenininha, temos que conviver com isso de qualquer maneira se quisermos um pouquinho de adrenalina, hehe. O brinquedo vale muito a pena.

IMG_4564

Outra área muito legal é a Bugs Land, onde a baixinha pirou brincando com os pontos de água saltando do chão após se encontrar com a “fomiguinha”.

DSC07636 DSC07644 DSC07669

A cada nova parte que conhecíamos, só tínhamos a ficar feliz por tê-lo incluído em nosso roteiro. A área do pier, com a famosa roda-gigante com a carinha do Mickey é demais e tem uma montanha-russa do jeitinho que eu gosto. e melhor: sem fila nenhuma!!! Aproveitamos demais o soninho da pequena!

DSC07656 DSC07660 DSC07668

Ainda fomos em mais alguns brinquedos radicais, mas o que destaco é o Soaring que já tinham me recomendado para Orlando, mas que acabei conhecendo por ali e achei muito bom!

Para finalizar nosso intenso dia com chave de ouro, assistimos a parada da Pixar que apesar de não ser tão encantadora quanto à da Disneyland, foi linda o suficiente para fazer a Camila arregalar os olhinhos com cara de felicidade.

DSC07697 DSC07698 DSC07701 DSC07687

E assim finalizamos mais dois dias maravilhosos com os encantos do mundo Disney. Se estiver planejando visitar os parques, altamente recomendo que visite os dois. Mesmo com toda a logística envolvida por estarmos com uma bebê de 15 meses (paradas para comer, trocar fraldas, dormir e etc) conseguimos aproveitar muito tudo o que queríamos e ao escrever esse post me lembro do tanto que nos divertimos por lá. Foi mais uma experiência inesquecível em nossas vidas.

DSC07712 DSC07717

Foi triste sair do parque, o que nos anima é que temos certeza que esse é um programa que ainda faremos muitas e muitas vezes em família.

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, Anaheim, Estados Unidos, Los Angeles

Disneyland California com bebê

Que eu sou mais uma das que amam a Disney, vocês já sabem. O que não canso de contar é que cada vez que vou à um parque deles a ansiedade toma conta de mim. Mesmo já tendo visitado a Disneyland Paris e duas vezes a de Orlando, parecia criança ao chegar onde todo esse reino mágico começou. A Disneyland California foi o primeiro parque criado por Walt Disney e inaugurado em 1955, na cidade de Anaheim. Desde que chegamos eu ficava pensando no quão visionário ele foi, e que um dia ele esteve por ali sem saber no tamanho que o empreendimento e sua empresa iriam alcançar um dia.

Feliz demais, nos aproximamos do estacionamento e foi inevitável começar as comparações com a Disney de Orlando. Porém, essa é uma comparação muito saudável pois comparar Disney com Disney é sempre algo mágico e gostoso de se fazer…

O estacionamento da Disneyland California é coberto e tem vários andares e já gostamos disso por causa do calor intenso que fazia no dia de nossa visita.

IMG_4423

Cada andar tem a identificação de um personagem e assim já começamos a entrar no clima da magia, junto com a Camila que já começava a tagarelar Pa-te-ta, Pa-te-ta, rsrsrs.

Pegamos o trenzinho e logo estávamos na bilheteria para comprar nossos ingressos. A diversão para a baixinha já começou por ali…

IMG_4426

Com ingressos em mãos, logo estávamos iniciando mais um dia mágico em nossas vidas!

IMG_4460 IMG_4469

 Ao entrar na Main Street, já demos de cara com o Pato Donald e nesse momento a Camila pirou! Ver a carinha de felicidade dela só me fez ter certeza de que esses momentos não têm preço!

IMG_4432

A entrada do parque é muito parecida com a de Orlando, porém com um castelo bem mais singelo (já adianto que esse foi o único quesito que me frustrou, talvez por conta da comparação). No mais, tudo lindo, maravilhoso e mágico no padrão Disney.

DSC07524 DSC07525 DSC07542

O único brinquedo que queríamos curtir e que ainda a Camilinha não pode era a Space Mountain. Nossa estratégia foi pegar o Fast Pass e enquanto aguardávamos o horário agendado, fomos nos divertir com a Camila nos brinquedos família. Pudemos aproveitar outras atrações para grandinhos usando a fila de single rider, que era bem rápida.

Se na primeira vez com 6 meses, ela se divertiu muito ainda sem entender o que estava acontecendo, nessa visita à Disney ela já entendia muito mais e vê-la falando tudo o que via foi realmente especial. Dentre todos os brinquedos que fomos, o “It’s a Small World” foi o que ela mais se empolgou. Gostou também dos passeios de trenzinho, carrinhos e essas coisas. Por outro lado, os shows ainda não a agradam…

DSC07556 IMG_447511903828_957075721022257_7529254539505093472_nIMG_4503

Como disse no início do post, a Disneyland California é muito parecida com o Magic Kingdom de Orlando. A área que só existe no parque de Anaheim, é o “Mickeys’s Toontown”, onde está localizada a casa da Minnie e do Mickey, e muitas outras construções bem coloridas e lindas, para a alegria dos pequeninos.

IMG_4494 DSC07548 DSC07550 DSC07553

Fomos conhecer a casa da Minnie e do Mickey, e achamos uma fofura! Não tivemos a paciência de esperar pra tirar foto com a Minnie, mas não podíamos deixar de fora a fotografia com o ratinho mais famoso do mundo 🙂

DSC07562DSC07565DSC07566 DSC07563DSC07575DSC0757210410321_1217423238283752_8554198331909973755_n

O dia na Disneyland foi delicioso! Amamos tudo do parque e confesso que, exceto pelo castelo, gostei mais de lá do que Orlando. Me pareceu mais acolhedor, com mais atrações que o Magic Kingdom, menos filas e menos brasileiros (#mejulguem). Aliás, nesse dia não encontrei nenhum conterrâneo por lá.

Mais uma vez pensamos em nossa frase mestra, que a Camila não lembrará, mas nós jamais esqueceremos como foi a segunda visita dela ao mundo mágico de Disney.

Estar ali onde tudo começou, foi bem bacana e só fez crescer ainda mais minha admiração ao sr Walt Disney!

4 Comentários

Arquivado em América do Norte, Anaheim, Estados Unidos, Los Angeles

Los Angeles: California Science Center

A opção de passeio indoor que escolhemos para esse dia em Los Angeles foi o California Science Center, que fica num complexo com vários museus e tem entrada grátis. Um amigo meu havia comentado que a atração era totalmente interativa, do jeito que eu gosto e por isso resolvemos ir.

DSC07512

Essa foi a primeira vez da Camila num local como esse e ela simplesmente pirou ao ver os peixes num aquário. Foi emocionante ver a carinha de surpresa/felicidade dela e aí tive certeza que tínhamos feito uma excelente escolha para o nosso passeio da tarde.

IMG_4405

Foi difícil tirá-la dali, mas quando saiu começou a correr por tudo se sentindo extremamente livre e solta. O California Science Center é dividido em vários ecossistemas e totalmente interativo, mas não achei nada demais. Pra falar a verdade achei bem fraquinho, mas como a Camila estava curtindo e nós estávamos num delicioso ar condicionado ficamos um bom tempo batendo perna por lá vendo coisas bobinhas com ela.

IMG_4407 IMG_4412

A grande atração do CSC é a visita ao ônibus espacial Endeavour mas como era pago não fomos. Há também uma série de exibições pagas e salas IMAX, que devem ser bem interessantes. O site deles explica tudo direitinho.

Antes de voltar para Anaheim, fomos visitar o Rose Garden, que fica bem na frente do museu. Por lá, várias espécies de rosas formando um lindo jardim.

DSC07502 DSC07504 DSC07508 DSC07500

Deixamos a baixinha correr um tanto por ali e voltamos para Anaheim, com mais um capítulo de congestionamento em Los Angeles para contar na história. Como estava anoitecendo tarde, ainda fomos bater perna no Walmart antes de voltarmos para o hotel. Foi mais um dia delicioso de nossas férias e que bom que estavam apenas começando 🙂

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, Los Angeles

Los Angeles: letreiro de Hollywood

Saímos do Observatório e seguimos em direção ao letreiro de Hollywood, que segundo a Wikipedia foi erguido para vender casas de um condomínio na região. A ideia inicial, era que ele ficasse lá por um ano e meio, mas acabou se tornando um símbolo da cidade. A região tornou-se queridinha das celebridades e nosso assunto por ali era: nossa, será que algum famoso mora por aqui, ou já morou, ou já passou naquela rua, haha. Papo bem fútil mas inevitável ao estar presente na terra das celebridades.

O caminho até lá é glamuroso demais, e ficamos pensando como  deve ser o máximo ( e caro!) morar numa rua como essa, que acaba bem no letreiro.

DSC07458 IMG_4386

Aliás, eis aqui um bom ponto: qual o melhor caminho para se chegar o mais próximo possível do letreiro? Participo de um grupo no Facebook “Vou para LA e Las Vegas” no qual esse é um tópico sempre presente. Existem várias opções de qual endereço colocar no GPS e aproveito a oportunidade para divulgar aqui também (copiei o texto de lá, mas já adianto que testei a opção 4):

Opção 1: 2613 N Beachwood Dr – Los Angeles, CA 90068

Usando o Google Maps, você chegará nos estábulos do Sunset Ranch. Mas no caminho, não esqueça de curtir a rua Beachwood Drive, que é realmente um show para os olhos, especialmente para quem curte arquitetura… e o sinal de Hollywood ao fundo, realmente já vai te preparando para o que virá pela frente! (PS: muita gente para no meio dessa rua mesmo para tirar uma fotinho e já contentes, voltam).

Opção 2: 3400 N Beachwood Dr – Los Angeles, CA 90068

Sunset Ranch em Hollywood. Você sabe que chegou no lugar certo, quando der de cara com essa placa da foto ao lado, aí é só estacionar o carro e seguir para a direção de “Hollywood Sign”! Não se assuste se tiver vários carros estacionados, pois a primeira subidinha (uns 50 metros pra cima dessa placa) é uma das melhores vistas que se tem do letreiro de Hollywood e a maioria das pessoas que chega nesse local, vai até esse lugar e volta! Se trilha for sua praia, eu recomendo subir mais uns 50-100 metros que a visão do letreiro é ainda melhor e depois voltar.

Opção 3: 3000 Canyon Lake Drive
DICA: Como alí é proibido parar e estacionar, deixe seu carro uma pouquinho mais abaixo num parque para cachorros que tem estacionamento para caramba, e suba a pé. Pronto, agora é só tirar a foto que você sempre sonhou!

Opção 4: 6113 Mulholland Hwy
Coloque no GPS: Mulholland hwy e suba a rua até a esquina com Ledgewood Dr., onde você chegará numa rua de terra batida.
Entre nela e suba mais 100 metros. Pronto, você estará muito próximo ao letreiro.

Escolhemos a opção 4 por parecer a mais simples, pois não fazia questão de quase passar a mão no letreiro. O que não contávamos é que ao chegar ao tal cruzamento a rua estaria fechada, hahaha. Mas não teve problema não pois como estávamos com o mapa no GPS, fomos seguindo pelas ruas super estreitas nas quais só passam um carro por vez até chegar bem próximo do que queríamos. Portanto, minha dica é: caso algum desses caminhos não esteja perfeito, use o GPS que será fácil de achar um caminho até lá.

IMG_4390 DSC07459 DSC07495 DSC07497

Com a missão cumprida, seguimos em direção ao California Science Center pois já era hora do almoço e o sol estava de rachar. Lá se foram mais uns 40 minutos no trânsito de Los Angeles….

Deixe um comentário

sábado, 12, setembro, 2015 · 17:17

Los Angeles: Observatório Griffith

Após 2 dias curtindo Anaheim, outlets, Target, Walmart e afins, fomos para Los Angeles com planos de conhecer o Observatório Griffith, tirar umas fotos com o letreiro de Hollywood e também conhecer o museu gratuito California Science Center.

Já havia lido muito sobre o trânsito e os congestionamentos de Los Angeles, e foi nesse dia que pudemos ver na prática como é. Levamos bem mais do que estimávamos para chegar ao destino e realmente foi um saco ficar parada por muito tempo no carro. Para nossa sorte, a Camila dormiu o tempo todo porque senão a aventura seria grande, hehe.

Estávamos usando o Waze e o aplicativo por lá é muito comum. Era até engraçado ver a quantidade de Wazers publicando ao mesmo tempo! Recomendo muito para quem vai dirigir por lá.

Ao chegar próximo ao Observatório, ficamos impressionados com a beleza das ruas e das casas. Tudo muito bonito e ficamos imaginando a fortuna que deve ser morar por ali. Acho que fiquei tão chocada que nem lembrei de tirar foto para postar aqui. Contemplando o caminho, logo chegamos ao Observatório, estacionamos o carro e ao olhar para trás, estava lá o letreiro mais famoso do mundo.

IMG_4375

Pelo que observamos no tempo que ficamos por ali, o letreiro acaba sendo bem mais atraente para os turistas do que o próprio Observatório. Todos em busca de uma foto com o “cartão postal”. Nós já tínhamos pesquisado sobre como chegar mais próximo de lá e aí sim tirar fotos, mas é claro que não pudemos deixar de tirar algumas por ali também.

DSC07430 DSC07456 DSC07442 DSC07453 DSC07457

Após algumas fotos, seguimos em direção ao mirante que pelo que tínhamos pesquisado prometia uma bela vista de LA. Claro que no caminho a Camila viu um lindo gramado e saiu correndo para desbravá-lo. Fomos caminhando sem pressa em direção ao belo prédio do Observatório.

DSC07433 DSC07436 DSC07439IMG_4383

Não tínhamos a intenção de conhecer o Observatório, mas para quem tem mais tempo por lá e gosta deste tipo de passeio, dizem que vale a pena. O foco era o mirante, mas ao chegarmos lá nos decepcionamos e muito. Primeiro por causa da poluição que atrapalha a vista e segundo porque com o pouco que podíamos enxergar não achei grandes coisas não. Li relatos de que no pôr-do-sol e à noite é bem bacana, para quem quiser tentar…

DSC07443 DSC07444 DSC07445

Ok, nos frustramos com o mirante, mas ainda assim acredito que visitar o Observatório é bem legal. Até porque se não for visitar o interior do prédio, não será necessário muito tempo e é um programa grátis (algo bem importante com esse dólar nas alturas!).

Saindo de lá, seguimos em direção ao letreiro de Hollywood mas esse já é assunto para o próximo post 🙂

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, Los Angeles