Arquivo da categoria: Tampa

EUA – Tampa: Busch Gardens

Quando eu era adolescente e meu sonho de ir para os EUA era algo bem distante, eu ficava olhando os anúncios nas revistas e sempre via que na maioria dos pacotes estava inclusa uma visita à Tampa e ao parque Busch Gardens. Curiosa que era, e ainda sou, pesquisava quais eram as atrações deste parque que pouco se ouvia falar. Dessa forma descobri que era o lugar com maior concentração de montanhas-russas nas redondezas de Orlando e pensava que quando eu pudesse ir pra lá, o tal do Busch Gardens seria um lugar obrigatório.

Com a invenção da internet, pude constatar pelos vídeos que realmente o Busch Gardens era tudo aquilo que eu imaginava e finalmente, no dia 10/06/2011 chega a hora de estar lá pessoalmente 🙂

No ideia inicial era ir até Tampa, passar o dia no Busch Gardens e já pegar a estrada rumo à Miami, encontrando um lugar no meio do caminho para dormir. Entretanto, na noite anterior pensamos melhor e resolvemos reservar um hotel em Tampa. Olhamos no Booking e o mais barato era um Howard Johnson na beira da rodovia. Como seria apenas uma noite, fechamos!

Saímos de Orlando por volta das 8 horas da manhã. O trajeto até Tampa era de 160 km, que fizemos em menos de 2 horas. Traçamos a rota no Google Maps, mas nem foi necessário usar pois na estrada tem várias placas sinalizando.

Tínhamos comprado o ingresso do parque junto com o do Seaworld, pois tinha desconto. Junto com os tickets, compramos também o passe para o estacionamento.

Deixamos o carro lá e pegamos o trenzinho para a entrada do parque. De longe já era possível ver as altas montanhas-russas… uhu! 🙂

Ao avistarmos a entrada, não poderia deixar de tirar uma foto…

Em todos os relatos que li sobre o Busch Gardens, a galera era unânime em dizer que a melhor montanha-russa de lá era a Sheikra e foi por lá que resolvemos começar.

O parque também não estava cheio e em 10 minutos de fila pudemos encarar a Sheikra. Uau! A montanha-russa é demais…. o momento mais tenso é a descida, quando o carrinho para pra você ter real noção da descida que você irá enfrentar. A-lu-ci-nan-te! Depois da descida você não vê mais nada, de tão rápida que é. Uma delícia.. amei!

Como o calor estava bem forte, logo na chegada também providenciamos a compra do copão de refrigerante para reabastecermos durante o dia. Outro souvenir que adquirimos foi um pote de pipocas, que também pode ser reabastecido por centavos durante o dia….

Após a Sheikra, fomos para mais nova atração do parque: a Cheetah Hunt, uma montanha-russa extremamente rápida e bem diferente das demais. Como ela havia sido inaugurada no mês de maio, a fila era bem grande. Ficamos quase 2 horas na fila mas valeu a pena. Muito boa!

E como montanha-russa é o que não falta por lá, seguimos para a Montu, que tem 7 loopings invertidos…. muito boa também!

Caraca, eu nem acreditava que ainda tinham mais montanhas pela frente depois de tantas tão legais! Para continuar a maratona fomos na Gwazi, que é uma montanha-russa de madeira.

Adoro montanhas de madeira, mas nesta senti uma forte pressão na cabeça e não achei tão legal, mas mesmo assim valeu a pena termos ido.

O Busch Gardens também é um zoológico e entre uma montanha-russa e outra, você pode observar os bichos. Lá vimos 2 bichos que nunca tínhamos visto: cangurus e tigres brancos.

Para dar uma trégua antes da última montanha-russa, fomos num brinquedo aquático para nos molharmos um pouco e amenizar o calor. Escolhemos o Tanganyika Tidal Wave, mais um no estilo passeio de barquinho que acaba numa super descida na água… e como resultado, você inteiramente ensopado….

De lá fomos para outra montanha-russa, a Kumba, que também tem um monte de loopings. De tanto girar, o Loedi começou a passar mal nesta altura do campeonato…. Eu fiquei um pouco triste, pois queria ir na Sheikra de novo, mas é claro que fiquei com meu maridinho 🙂

Antes de irmos embora, fomos dar uma voltinha do teleférico para vermos a vista aérea do parque. Nesta atração, a fila é super rápida. Lá de cima dá pra ver o parque todo…

Saímos do teleférico e já eram quase 4 horas da tarde. Com o Loedi passando mal, resolvemos ir embora. Ainda não tínhamos almoçado e logo na frente do parque tinha um KFC onde paramos para comer.

Amei o Busch Gardens e, mesmo não sendo tão lindo quanto à Disney e nem tão bem cuidado com a Universal, foi meu parque favorito da Flórida pela maior concentração de montanhas-russas, que é minha atração favorita em parques.

Saí de lá pensando em tudo que eu sonhava na minha adolescência e que se concretizou…. Sensação maravilhosaaaaaa….:)

Após o almoço, fomos para o hotel descansar um pouco e ver se o Loedi melhorava. Algumas horas depois, resolvemos ir num shopping (é, mais um!) em Tampa. Pesquisamos na net e fomos ao International Plaza, um shopping chique e com as grandes lojas mais famosas como Apple, Sony, etc…

Demos umas voltas, compramos a câmera que minha irmã tinha encomendado e fomos embora. Nos perdemos muito no caminho de volta e tivemos que parar num Mc Donalds para usarmos a internet grátis e darmos um jeito de voltar para o hotel.

Chegamos, tomamos banho e papuft : capotamos… Como estávamos podres e não tínhamos pressa para chegar em Miami no outro dia, dormimos sem colocar despertador.

Acordamos bem descansados no dia seguinte, tomamos café da manhã e fomos tentar ajeitar toda a bagagem no porta-malas do carrinho… Ainda bem que estávamos só nós 2, pois tivemos que usar todo o espaço disponível do possante, rsrsrsr.

Com malas acomodadas, fizemos o check-out e partimos para pegar a estrada rumo à Miami, assunto do próximo post aqui no blog!

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Estados Unidos, Tampa