Arquivo da categoria: Playa del Carmen

Playa del Carmen: Xcaret

Desde que chegamos em Playa del Carmen ficamos na dúvida se visitaríamos o parque Xcaret por conta do preço do ingresso com esse dólar nas alturas. Em nosso último dia por lá, pensamos que mais vale uma experiência do que 100 dólares e assim decidimos visitar o local. Li muitos relatos de viajantes sobre o parque e as opiniões divergem bastante, porém com radicalismo: ou se ama, ou se odeia.

O dia amanheceu bem ensolarado e quente e eu estava super empolgada para ter minha própria opinião sobre essa rede de parques que investe muito em propaganda na região. Os outdoors estão espalhados por tudo e chamam muito a atenção na estrada. O Xcaret fica bem pertinho de Playa del Carmen e em poucos minutos estávamos lá.

IMG_5049

Pegamos o mapa na bilheteria e logo de cara percebemos o tamanho do parque. Passamos pela loja logo na entrada e bem ali demos de cara com araras lindas. Camilinha foi ao delírio ao ver os bichinhos bem de perto.

DSC08050 IMG_5057

Como estava muito quente, nos encontramos no mapa e optamos por seguir a rota que levava ao aquário, para ficarmos na sombra e no ar condicionado e também pra Camila ver os peixinhos que ela tanto gosta.

DSC08053 DSC08054 DSC08055

No caminho, lagartos, macacos, quatis e mais um monte de bichos. Íamos parando a cada passo pra Camila mandar beijo, dar tchau e chamá-los. Como ela gosta da natureza!

DSC08057 DSC08058

Nesses primeiros momentos, já estávamos amando o parque (ufa!) e logo encontramos o aquário, que apesar de ser bem fraquinho curtimos por estarmos na sombra. Ficamos por lá um tempo deixando a baixinha se divertir conversando com os peixinhos.

DSC08061

IMG_5067

Saindo do aquário, passamos pelos tubarões e também por um riozinho com tartarugas gigantes (nunca tinha visto tão grandes) e também um tanque com as pequenininhas.

IMG_5076IMG_5083 IMG_5085

IMG_5086

Já estava na hora do almoço da Camila e resolvemos parar na sombra para dar o papá. O que não esperávamos, é que o cheiro da comida atrairia uma família inteira de quatis, que começaram a nos rondar e eu fiquei histérica, rsrsrs. Tivemos que correr encontrar um lugar mais “seguro” para terminar a tarefa.

Logo após o almoço ela dormiu e eu fui verificar a temperatura da água para fazer uma das atrações mais disputadas: nadar nos rios subterrâneos do parque. Havia lido que a água era super gelada, mas com aquele calorão até achei uma boa opção. Por outro lado, sou muito friorenta e por isso resolvi ir colocar a mão no rio para ver se encararia durante o soninho da Camila.

O cenário é lindo e há várias opções de rotas, com diferentes níveis de intensidade. Cheguei bem pertinho da água, pus a mão e me assustei com quão gelada é. Além disso, fiquei observando a reação das pessoas entrando na água e me contentei apenas com uma selfie ali.

IMG_5088 IMG_5089

Voltei e disse pro Loedi que não encararia, mas ficaria com a Camila para ele poder ir, ua vez que ele não liga pra água fria.

Ele pegou o colete salva-vidas (obrigatório e incluso no ingresso) e resolveu encarar a rota mais curta.

DSC08063

DSC08065 DSC08066 IMG_5090

As simpáticas funcionárias da entrada do rio me explicaram onde deveria encontrar o Loedi na saída e assim fui eu passear mais um pouco pelo parque com a Camilinha dormindo gostoso no carrinho.

Após os 40 minutos de nado, nos encontramos e eu estava com bastante vontade de entrar na água. Mas é óbvio que eu queria água quentinha e assim decidimos ir para a área de praia do Xcaret. Ao chegar na parte da lagoa, pensei: que delícia de lugar! Água limpinha, quente, com cadeiras e guarda-sóis para você sentar e curtir a paisagem.

DSC08067IMG_5097

IMG_5104

Ficamos um pouco por ali de resolvemos ir para a praia, que fica bem ao lado da lagoa e aí sim estava o lugar onde eu queria ficar horasssss. Mar caribenho, cadeiras, sombra, água deliciosamente quente e ainda umas bóias para curtir o mar.

IMG_5108 IMG_5134 IMG_5139

Camilinha estava super empolgada com tudo e foi uma delícia vê-la correndo, chutando a água, comendo areia, rsrsrsr. Passamos momentos maravilhosos por ali e tivemos certeza de ter feito uma excelente escolha passar nosso último dia de viagem no Xcaret.

IMG_5167 IMG_5183 DSC08082

Como foi agrádavel essa experiência! Foi a chave de ouro para fechar mais uma viagem em família. Saímos da praia quando a Camila estava muitooo coberta de areia e fomos procurar um lugar para dar um banho nela e ainda curtir mais atrações do parque.

IMG_5193

Fomos ver os passarinhos, as borboletas e mais alguns bichos para finalizar nosso dia. Dá-lhe mais caminhada empurrando carrinho.

IMG_5195

IMG_5200

É claro que vocês devem ter notado que a-ma-mos o passeio! Recomendo a visita ao Xcaret estando com bebês ou não. O dia foi super agradável tanto para nós quanto para a Camila, que capotou no caminho de volta de tanto que agitou por lá.

Além do que contamos por aqui, o parque oferece nado com golfinhos, tubarões e mais um monte de atrações pagas à parte. Não ficamos para o show de encerramento, que muitos relatam como o ponto alto da visita. Mesm0 assim, saímos pensando que os quase 100 dólares de entrada valeram a pena 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, México, Playa del Carmen

Aluguel de carro em Cancún: nossa experiência positiva

Dentre os maiores receios de nossa viagem ao México estava o medo de cair em algum golpe da polícia com o carro alugado. Se você digitar no Google esse tema, encontrará uma série de relatos negativos sobre o assunto. Se você conversar com pessoas que voltaram de lá e optaram por essa opção de transporte, também é provável que ouça algo negativo. Chegamos até a cogitar desistir do carro, mas definitivamente com bebê acho a mobilidade essencial.

Uma vez que essa sim seria nossa opção, começamos a ler tudo que encontrávamos na internet e aos poucos fomos juntando os motivos das pessoas levarem multas e no primeiro lugar figurava o excesso de velocidade. Outras razões eram estacionar em lugar proibido, conversões em locais inadequados, dirigir na contra mão, dentre outras. Nosso lema para prevenção foi nada mais do que deveríamos fazer inclusive aqui no Brasil: respeitar as placas de trânsito.

Retirada do carro:

Locamos com a America e além de demorarem para nos pegar no aeroporto (as locadoras ficam fora), não tinha a categoria de carro que havíamos pago e tivemos que ficar com um menor. A cadeirinha era velha, muito encardida e o atendimento demorou mais que no Brasil (argh!) Fizemos a vistoria de noite, e como tínhamos lido relatos de golpes nessa fase, o Loedi olhou o carro detalhadamente com a lanterna para evitar transtornos na devolução. Mal tínhamos chegado no México e o funcionário da locadora já veio na maior cara de pau pedir uma “propinita”.

Dirigindo pela estrada Cancún-Tulum:

A estrada que liga o aeroporto até Tulum, passando por Playa del Carmen é excelente e as placas são enormes. É muito fácil e simples dirigir por lá e GPS é desnecessário.

IMG_4988

Além disso, é uma reta só e assim começamos a entender o porquê de tantas multas e golpes da polícia. Aqui no Brasil, geralmente a velocidade permitida nas estradas é a mesma por bons trechos. Lá na Riviera Maya, as placas são muito doidas. Num momento você tem 70km/h , dali a 50 metros a velocidade muda para 40 km/h, mais uns 50 metros reduz para 30km/h e um pouco mais pra frente volta para 70km/h. E nesse intervalo, aparecem na estrada uns 3 carros de polícia bem de olho nos carros alugados que não cumprem essas regras.

Nesse primeiro trecho já notamos a presença forte dos policiais, e durante toda nossa estadia isso foi uma constante. Para evitarmos problemas o lema foi seguir a velocidade máxima permitida pelas placas. Enche o saco você ver aquela estrada lisinha e duplicada e ter que andar a 40km/h? Sim, enche! Mas garanto que é melhor se adequar às leis do país do que ter que pagar propina para o policial ou multas por descumprí-las. Enche o saco você ver os locais andando a 100km/h e você a 30km/h? Sim, enche! Mas também não custa nada você se adaptar e não ter perrengues em suas férias.

Já nesses 55 km iniciais de Cancún para Playa del Carmen pudemos entender um pouco do que seria dirigir por ali e nos demais dias nosso comportamento foi o mesmo: seguir as placas! Passamos muitíssimas vezes pelos postos policiais e nunca fomos parados.

Em relação à estacionar, também sempre ficamos muito atentos com as placas e sinalizações nas calçadas.

Devolução do carro:

Lembro que quando estávamos chegando na locadora para devolver o carro, já comemoramos o fato de termos tido uma experiência positiva de locação em Cancún. Para fechar com chave de ouro, só faltava dar tudo certo com o check-list final e felizmente assim foi.

Enquanto aguardávamos a van para nos levar ao aeroporto, conversamos bastante sobre tudo o que havíamos lido x o que tínhamos vivenciado e assim que surgiu a ideia de registrar esse post com a seguinte mensagem: sim, é possível uma experiência positiva de aluguel de carro em Cancún! O segredo? Seguir rigorosamente o que a lei exige e estar sempre atento à sinalização.

6 Comentários

Arquivado em América do Norte, Cancún, México, Playa del Carmen

Playa del Carmen: Mamita’s Beach

Conversando com os locais no dia anterior, descobrimos que a única praia sem sargaço por ali era a Mamita’s Beach, que é onde fica o beach club com o mesmo nome. Os donos do local estavam investindo bastante na limpeza da praia para manter sua freguesia.

Sabíamos que havia uma consumação mínima para ficar por ali, mas estávamos dispostos a pagar para poder aproveitar uma praia limpa. Chegamos, paramos o carro no estacionamento do local, checamos o valor da consumação e fomos procurar nosso lugar ao sol. Não tínhamos entendido bem o esquema do lugar, e como queríamos uma sombra bem próxima ao mar, acabamos escolhendo um guarda-sol que não pertencia ao Mamita’s, mas ainda assim tivemos que consumir por causa do estacionamento.

Ainda havia um pouco de algas por ali, mas quase nada comparado ao que tínhamos visto no dia anterior.

DSC07938

Armamos nosso acampamento e por ali ficamos. Aquela sim era uma praia padrão Caribe, com mar quentinho e vários tons de azul e verde. Muito bom poder ficar ali de boa só curtindo a paisagem.

DSC07955 IMG_4817 IMG_4830 IMG_4823

Pra quem é cliente do Mamita’s, ou seja, quem aluga cadeiras ou camas do estabelecimento, tem direito à duchas e também à uma área com piscinas. Pela manhã, o local estava vazio e achamos isso ótimo, pois o ambiente estava bem familiar.

IMG_4804 DSC07939 DSC07956

Para almoçar, fomos numa loja de conveniência bem pertinho da praia e compramos uns belisquetes. Aliás, essa é uma prática bem comum para quem está fora do Mamita’s, pois quem está nas cadeiras do clube não pode levar nada de fora.

IMG_4821

O calor estava de rachar, e aquele mar delicioso demais! Pena que não pudemos deixar a Camila curtir mais a água, porque mesmo com chapéu e muito protetor solar era melhor não arriscar. O pouquinho que permitimos foi bem divertido para ela!

IMG_4859 IMG_4864

Após o almoço, o Mamita’s começou a encher de jovens em grupos curtindo a vida adoidado. Várias moças em despedida de solteiro, fazendo de tudo pra aproveitar como se o mundo fosse acabar dali alguns instantes. De uma hora pra outra aquela praia família em que estávamos se transformou em uma balada à beira-mar. Como já tínhamos aproveitado bastante e consumido o que era necessário, decidimos voltar para a pousada.

Chegamos lá e ainda curtimos uma piscininha sendo mais uma vez mimados pelos proprietários da Suítes Fenícia. Os mexicanos realmente estavam ganhando pontos no quesito simpatia e hospitalidade 🙂

4 Comentários

Arquivado em América do Norte, México, Playa del Carmen

Playa del Carmen: Quinta Avenida

Após o dia light, pudemos sair antes de escurecer para conhecer uma das mais famosas atrações de Playa del Carmen: a Quinta Avenida. Paramos algumas quadras antes da parte mais agitada e conseguimos estacionar com facilidade, porém bem atentos sobre onde era permitido deixar o carro.

Assim que você pisa no calçadão já começa a entender o porquê da fama: rua bem turística com várias lojas, restaurantes, guichês de vendas de passeio, gente bonita e uma vibe deliciosa!

DSC07924 DSC07927 DSC07928IMG_4767

Ficamos encantados logo de cara com a Quinta Avenida, e a cada quadra nos chamava a atenção algo diferente. Ao escrever esse post me dei conta que não tirei muitas fotos por lá, mas não faria diferença pois nada descreve o quanto é legal esse passeio. É incrível você conhecer a cidade de Playa del Carmen, que se assemelha muito às cidadezinhas de praia do Nordeste, e de repente chegar nessa via totalmente estruturada para o turismo. Nesse passeio começamos a entender porque tanta gente prefere ficar por ali do que em Cancún.

Para quem gosta de comparações para entender a vibe, eu diria que a Quinta Avenida de Playa del Carmen se assemelha (guardadas as devidas proporções, é claro!)  à rua Mucugê de Arraial d’ Ajuda, ou à rua principal de Porto de Galinhas.

Ficamos bem empolgados com nossa caminhada e a Camila também! Entre uma parada e outra, quase perdemos a noção do quanto tínhamos andado… Só nos demos conta quando pensamos que teríamos que fazer o caminho de volta, hahaha.

IMG_4773 IMG_4785 DSC07935 IMG_4763

Preferimos caminhar o trecho da volta e optar por algum restaurante próximo ao local onde tínhamos estacionado o carro. Escolhemos provar os verdadeiros nachos mexicanos num restaurante bem bacana e com preço excelente. Aprovamos o atendimento e também o prato. Hummmmm!IMG_4789IMG_4795

É claro que durante nossa estadia voltamos várias vezes à Quinta Avenida, que realmente merece várias visitas. Um lugar que não pode ficar de fora para quem visita Playa del Carmen, pois só estando lá pra entender como o calçadão mais famoso do México é legal!

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, México, Playa del Carmen

Primeiro dia em Playa del Carmen

Logo em nossa chegada à Suites Fenicia, percebemos o carinho e preocupação da proprietária conosco. Desde os primeiros minutos percebemos que ali seríamos paparicados e realmente fomos desde o início até ao final de nossa estadia. O ambiente do lugar é bem familiar e por ser uma propriedade pequena, é bem fácil de logo se sentir ambientado. O fato de sermos os únicos hóspedes da semana contribuiu mais ainda para todo esse atendimento vip.

Acordamos no dia seguinte bem descansados, preparamos nosso café da manhã com os ingredientes que eles deixam (pão, café, frutas, geléias e outros belisquetes) e fomos conversar com a Dona Laura sobre onde poderíamos encontrar um supermercado para comprar os legumes, frutas e verduras da Camila. Há um supermercado muito bom quase na esquina da pousada, mas preferimos ir a um hipermercado para termos mais opções de compra. Ao chegar ao setor de hortifruti que alegria comparando as variedades de produtos aos EUA. No México nos sentimos como no Brasil, com muitas opções de coisas saudáveis para prepararmos o papá da baixinha. Compramos mais algumas coisas que estávamos precisando e logo voltamos para nosso quarto para poder preparar os potinhos de comida.

Para esse primeiro dia, não havíamos planejado nada pois queríamos descansar da correria do dia anterior. Pra começar a conhecer a região, pedimos uma indicação de praia calminha para passarmos algumas horas da tarde e logo dona Laura nos indicou um lugar chamado Playa Esmeralda.

Ao chegarmos, notamos que era uma praia de locais, com a galera fazendo a maior farofa.

DSC07922

Percebemos também que as notícias que anunciavam a invasão de algas nas praias da região de Cancún eram verdadeiras e assim nos frustramos de cara com aquele mar cheio de sargaço. Pra ajudar, o tempo estava virando pra chuva e tudo tinha cara de que nosso passeio seria uma furada.

DSC07923

Como qualquer coisa que fizéssemos seria lucro naquele dia, resolvemos transformar o limão numa limonada e se juntar aos locais para curtir o que desse. O mar estava impraticável, e o cenote que havia entre a areia e o mar tinha uma água limpinha porém congelante, que não tive a menor vontade de encarar.

DSC07921

Para a Camila tudo era festa! Brincou na areia, entrou na água gelada e se divertiu bastante correndo atrás dos passarinhos.

DSC07919 IMG_4753

Aproveitei o momento para conversar com os locais e já descobrir qual praia estava livre das invasões de algas, pois tinha esperança de conseguir encontrar alguma. Aproveitei também para gastar meu espanhol, hahaha e foi muito divertido.

Repito o que escrevi em algum post anterior: como também é bom curtir a viagem longe dos cartões-postais! Num primeiro momento queria fugir dessa praia que parecia a maior furada, mas por outro lado não teria tido essa experiência muito bacana com os locais. Tenho trabalhado isso fortemente em nossas viagens e depois vejo o quanto é positivo.

Ficamos em Playa Esmeralda até ficarmos com medo da chuva que ameaçava chegar a qualquer momento. Como tínhamos toda a parafernalha para recolher, não quisemos arriscar. Juntamos nossas coisas e voltamos felizes da vida pra pousada.

A chuva não chegou e ainda deu tempo de curtir a piscina e a área externa antes de voltarmos pro quarto. A gentileza e hospitalidade dos proprietários da Suites Fenicia continuavam nos surpreendendo. Nada melhor do que ser bem tratado 🙂

IMG_4754 IMG_4757 IMG_4758

Após curtir a vida mansa por ali, fomos nos arrumar para conhecer uma das atrações mais famosas de Playa del Carmen: a Quinta Avenida, que é por onde iniciarei o próximo post

2 Comentários

Arquivado em América do Norte, México, Playa del Carmen