Arquivo da categoria: Munique

Munique parte 5: o palácio Nymphenburg

Se em todos os dias pudemos comemorar o bom tempo na Bavária, no último passeio por Munique nos demos mal. Além de um frio congelante, estava chovendo bastante. Sorte que havíamos deixado apenas essa atração programada e assim não precisamos encarar o dia todo batendo perna com mau tempo.

O palácio de Nymphenburg, que foi residência de verão dos governantes bávaros, é uma bela construção barroca cercada por lindos jardins. Devido ao tempo chato, mal podíamos esperar para entrar no local que deveria estar aquecido, mas não sem antes criar coragem para tirar as mãos do bolso e tirar algumas fotos.

DSC06540 DSC06544IMG_2056

Mais uma vez a Camilinha estava de primeira classe, quentinha e super bem acomodada em seu carrinho!

IMG_2052 IMG_2058

Confesso que diante tanto frio, nem fiz questão de ficar fotografando cada canto do palácio. Me contentei em vê-lo de frente, dar um rápido pulo nos jardins e me dei por satisfeita. A área externa é enorme e bem bonita, mas não o suficiente para nos encorajar a encarar o vento gelado.

DSC06553 DSC06555 DSC06556 IMG_2061

De lá, nos rendemos à ambientes fechados 🙂 Fomos para uma loja Babies R Us e num shopping para passar o tempo em lugares quentinhos, uma vez que gastar em euros não estava em nossos planos, rsrsrs.

Assim terminamos nosso tour por Munique, uma cidade maravilhosa e super acolhedora. Viva a capital da Bavária, que tem muito mais a oferecer do que a famosa Oktoberfest.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique

Munique parte 4: o parque olímpico

Saímos de Dachau, passamos almoçar num Burger King e em seguida fomos para o Parque Olímpico de Munique. Ao chegarmos, já vimos que o lugar era enorme e assim sabíamos que conheceríamos apenas um pedacinho, ainda mais que o tempo estava virando pra chuva 😦

Se eu já estava encantada com o outono, ao começar a caminhar pelo parque não parava de admirar as lindas cores das árvores. Não sei se já escrevi isso, mas repito: escolhemos uma excelente época pra viajar pois os dias ainda estavam com boa duração (escurecendo por volta de 18:30h), não fazia tanto frio e a paisagem estava deslumbrante….

DSC05960IMG_1822

Caminhando pelo parque era impossível de acreditar que as Olimpíadas de Munique aconteceram em 1972, pois tudo estava muito bem conservado e lindo. Fomos seguindo em direção à torre, que é um dos ícones do parque e aproveitando para tirar fotos em família 🙂

DSC05967 IMG_1821DSC05970

DSC05971 DSC05973 DSC05975

O tempo estava fechando e ao olharmos o tamanho do parque no mapa, decidimos apenas ir até a torre e voltar, uma vez que a caminhada já tinha sido grande. Passamos pelo ginásio e pelo parque aquático e logo chegamos ao nosso destino.

DSC05977 DSC05978 DSC05979 DSC05983

A torre olímpica é a construção mais alta de Munique e permite uma bela vista panorâmica. Como custava apenas 5 euros, subimos para ver qual era. Lá de cima foi possível ver melhor ainda as cores de outono da Europa e também uma visão geral do parque. Pena que o dia estava nublado, pois de acordo com as placas indicativas em dias de sol e céu limpo até os alpes podem ser avistados de lá.

DSC05985 DSC05989 DSC05991 DSC05992 DSC05994 DSC05996

Ficamos um tempo lá, aproveitamos pra dar mamá pra Camila e assim resolvemos encarar a longa caminhada de volta ao estacionamento. Pra dar mais emoção, a chuva resolveu apertar. Sorte que a baixinha estava bem protegida, porque eu e o Loedi nos demos mal, hahaha. Mesmo estando com capa de chuva, molhamos bastante os pés e as pernas….

DSC06000 IMG_1825 DSC05964

É claro que encaramos com bom humor e fomos pro carro debaixo de chuva cantando musiquinhas pra Camila ficar boazinha debaixo do plástico protetor do carrinho. A caminhada foi mais demorada, mas foi delicioso encerrar mais um dia em Munique neste lugar tão bonito que é o parque olímpico.

Deixe um comentário

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique

Munique parte 3: o campo de concentração de Dachau

Em nosso terceiro dia em Munique, fomos até a estação central retirar o carro que tínhamos alugado. No dia anterior, tínhamos ido atrás de um chip pro meu celular para termos acesso à internet e assim não passar apuros dirigindo por lá. Entretanto, tivemos a sorte do carro ter GPS e dessa forma estávamos bem mais tranquilos em dirigir na Europa. Essa foi a primeira vez que estávamos motorizados por lá e claro que dá um medinho, mas nem pensamos muito nisso e logo queríamos aproveitar.

IMG_1806 IMG_1807

Não sou muito fã do tema “Guerras Mundiais”, contudo cada vez que visito a Alemanha fico fazendo mil perguntas para o Loedi sobre o assunto pois o envolvimento do país nesses episódios foi intenso e fico curiosa. Já o meu marido é fanático por essa parte da história e é claro que a visita ao campo de concentração de Dachau, que fica bem pertinho de Munique, seria obrigatório.

Com ajuda do GPS. chegamos facilmente ao local. Bem na entrada há o centro de visitação e logo à frente um mapa do recinto.

DSC05923 DSC05924

Ao ver o tamanho do campo, já sabia que o maridinho ia querer ler cada plaquinha e conhecer cada canto. Parceira que sou, é claro que o acompanhei.

DSC05925 DSC05926

Logo de cara, você sente o “climão” do local. Pensar em tudo que aconteceu ali faz você refletir muito, por menos de história que entenda.

DSC05927

Começamos a visita pelo museu, que é totalmente acessível para quem está com carrinho, e foi lá que ficamos a maior parte do tempo.

DSC05928

O Loedi fez questão de passar por todas as seções do prédio. Eu ia olhando as partes que mais me chamavam a atenção e ficava chocada com os fatos, pensando no que o ser humano é capaz de fazer… E o mais assustador é saber que Dachau era apenas um dos muitos campos de concentração espalhados pela Alemanha.

DSC05929 DSC05932 DSC05933DSC05935

O museu é bem completo e pra quem gosta do assunto é um prato cheio. O clima lá dentro é estranho. Todos em silêncio absoluto, num respeito imenso. Só a Camila que não entendia direito e vira e mexe quebrava a monotonia com seus gritinhos lindos 🙂 🙂

IMG_1811

No meio do passeio aproveitei para trocar a baixinha, assim que via a plaquinha pela qual mais procurei durante a viagem 🙂

IMG_1812 DSC05937

Após conhecer o museu, seguimos para as áreas externas que são muito mais impactantes. Passamos pelos dormitórios, vimos como eram os banheiros e a cozinha, mas a parte mais tensa viria na sequência…

DSC05941 DSC05943 DSC05947 DSC05948

Caminhando mais um pouquinho, chegamos ao crematório e às câmaras de gás, que sem dúvida é o local mais triste da visita.

DSC05952 DSC05953 DSC05954 DSC05955 DSC05956 DSC05957

Por lá encerramos nossa visita que valeu muito a pena. Mesmo eu não sendo fã de história, foi interessante conhecer o local. Para quem gosta, passeio imperdível estando em Munique.

1 comentário

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique

Munique parte 2: Englischer Garten e Allianz Arena

Após conhecermos o centrinho de Munique, seguimos de transporte público para o Englischer Garten. Em nossas últimas viagens, estamos experts em metrô e dificilmente fazemos barbeiragens. Esse é o meio que mais gosto de utilizar pois acho o mais fácil pra não se perder.

IMG_1787

Porém, não podemos dizer o mesmo sobre andar de ônibus, rsrsrs. Frequentemente pegamos pro lado errado e ao seguirmos para o Englischer Garten não foi diferente. Mesmo lendo a placa, fomos pro lado contrário e tivemos que trocar de busão.

DSC05875

Andar de ônibus com carrinho também é super tranquilo. Em Munique, a porta para entrar está sinalizada e dentro do veículo há o espaço reservado para quem está com bebês. O único inconveniente é ter que erguer o carrinho pra entrar.

DSC05879 DSC05898

O Englischer Garten é enorme e não tínhamos a pretensão de explorá-lo. Sendo assim, escolhemos ir em um de seus pontos mais famosos, que é a Torre Chinesa. O ônibus parou bem pertinho e logo nos deparamos com mais um biergarten e algumas opções de alimentação com pratos típicos da Bavária: salsichas, joelho de porco, batatas e etc. O Loedi optou por currywurst e eu um bolinho de carne de porco. Vocês sabem que eu não sou muito de provar comidas típicas e dessa vez que resolvi, me dei mal pois achei muito forte e acabei comendo só as batatas, rsrsrs.

IMG_1788

O clima por ali era bem de família, porém acho que a maioria  era de turistas e os preços também. Eita comidinha cara!!! Aproveitamos para fazer uma pausa pro mamá da Camila e para curtirmos a paz do local.

DSC05880 DSC05881 DSC05884

Não achei nada demais na torre e nem no parque, mas é injusto eu dar minha opinião tendo conhecido apenas um pedacinho de sua imensidão. Demos uma rápida caminhada para observar as cores do outono por ali e logo  voltamos ao ponto de ônibus.

DSC05891

Para fechar a listinha de nosso primeiro dia, faltava ir ao estádio do Bayern de Munique, o Allianz Arena que fica bem afastado do centro mas tem metrô que leva até lá.

A estação é super moderna e sinalizada, mas quem precisa do elevador tem que andar um monte pra chegar à saída.

DSC05899 DSC05900

Mesmo quem opta por escada rolante ou normal, ainda tem que encarar uma longa caminhada até o estádio. Ainda bem que a temperatura estava agradável, porque a pernada é grande 🙂

DSC05902

O estádio impressiona por sua modernidade. É bem bacana você ir se aproximando e observar os detalhes da arquitetura.

DSC05906 DSC05912DSC05921

Pra quem quer, há a opção de visita guiada ao estádio, mas não era esse nosso caso. Apenas queríamos visitar a loja do clube. Logo na entrada, total acessibilidade para quem está com carrinho e assim até chegarmos onde queríamos. Vibrava cada vez que via uma plaquinha com carrinho, hahaha.

DSC05914 DSC05916 DSC05919DSC05918

Especulamos um monte na loja, mas não compramos nada. Encaramos a caminhada de volta até a estação e seguimos para o centro de volta. Fomos à C&A procurar umas roupinhas pra Camila e em seguida voltamos pro hotel.

Nesse nosso primeiro dia em Munique, ficamos mais de 9 horas turistando e foi para nós a prova real de que – com planejamento – viajar com bebê é simples e muito agradável. Pensamos que se só estivéssemos nós dois, o nosso dia teria sido muito parecido. Era ainda cedo para dizer que é moleza, mas pelo menos o começo tinha sido muito fácil. Nossa viagem em família estava sendo maravilhosa 🙂 🙂 🙂

2 Comentários

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique

Munique parte 1: o centro histórico

Esse seria nosso terceiro dia da viagem, porém o primeiro em que iríamos turistar de cabo a rabo = primeira prova de fogo com a Camila. Munique conta com excelente transporte público e esse foi o meio que escolhemos para conhecer a cidade. O hotel ficava bem próximo de uma estação e chegar até lá com as cores de outono nas ruas já foi a primeira atração.

IMG_1769

Compramos o passe diário para duas pessoas e assim tínhamos acesso ilimitado a todos os meios de locomoção da cidade. As estações de metrô não têm catraca, apenas é necessário validar o ticket. Amo essa civilidade e confiança no ser humano.

IMG_1771

Todas as estações contam com elevador, o que facilita muito a vida de quem está com carrinho. E no mais, aquilo tudo que já sabemos da Alemanha: trens super frequentes, limpos, pontuais, com pessoas educadas e sorrindo sempre para a Camila 🙂

IMG_1773

Descemos na estação central e logo avistamos o lindo Palácio de Justiça. Após alguns meses sem viajar, me fez um bem danado começar a ver construções lindas, estar na Europa curtindo a vida.

DSC05793

Caminhando um pouquinho mais, chegamos na Karlplatz e no seu portal, onde temos o início do centro histórico de Munique.

DSC05798 DSC05799 DSC05802

E ao passar o portal, você já sente a vibe da cidade. Como diria a Carol Guelber, você percebe a alegre e vibrante Munique. Não sei explicar, mas a cidade tem uma energia muito boa e de cara já pensamos que não poderíamos ter escolhido melhor o destino de nossa primeira viagem em família.

DSC05803

O primeiro cartão-postal que avistamos foi o prédio da Hirmer, uma loja de departamentos com uma fachada linda, cheia de florzinhas, arquitetura típica da Bavária. Nesse momento o Loedi solta a pérola que perdurou por toda a viagem: parece que estamos em Blumenau, hahaha.

DSC05811 DSC05817 DSC05818

E andando contemplando a paisagem, logo chegamos ao principal point de Munique: a Marienplatz. Chegamos bem na hora em que ocorre o espetáculo do prédio: os bonequinhos dançantes que não têm nada demais na minha opinião, mas todos param pra olhar, fotografar e filmar.

DSC05823 DSC05824

O prédio é lindo, e é um daqueles lugares que você não cansa de fotografar. E tudo muito bem cuidado, preservado e é claro, cheio de florzinhas.

DSC05832 DSC05835 DSC05842DSC05845

Animando a praça, encontramos um tiozinho vestido com trajes típicos da Bavária e cantando músicas da região também. É claro que eu não perdi a oportunidade de ir tirar uma foto com ele.

DSC05844

Bem pertinho da Marienplatz, fica o Viktualienmarkt (sempre preciso verificar como escreve no Google, eita palavra difícil!), que é um misto de mercado, feira, biergarden, onde o pessoal aproveita pra comer, beber, passar o tempo. Por ali há de tudo: muitos embutidos, flores, verduras, frutas, salsichas e claro, muita cerveja!!!

DSC05848 DSC05849 DSC05862 DSC05867

E por falar em cerveja, é claro que o Loedi tinha que entrar no clima e provar. Aproveitamos pra sentar, dar mamá pra Camila e observar a galera mandando ver. Em plena quarta-feira ao meio-dia o recinto estava cheio de velhinhos tomando a dose diária de cervejinha, cena típica da Bavária (ou seria da Alemanha inteira?)

DSC05852 DSC05853 DSC05856 DSC05859 DSC05861

Após a pausa pra cervejinha do marido e para nosso momento com os locais, seguimos de metrô para o English Garden, um dos maiores parques urbanos do mundo e é por lá que começarei o próximo post 🙂

1 comentário

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique

De Frankfurt à Munique de trem

Já declarei por aqui diversas vezes o quanto amo andar de trem, ainda mais na Alemanha que tem uma das melhores redes do mundo. Agora com a Camila tinha certeza de que minha admiração só iria aumentar e com essa expectativa que aguardamos o nosso trem para Munique na estação central de Frankfurt. Havíamos reservado o compartimento especial para crianças por 9 euros adicionais e estava curiosa para saber o que nos aguardava. Ao entrar e checar já tivemos certeza de que valeu o investimento.

Trata-se de um espaço reservado, ao lado do banheiro com trocador e próximo ao restaurante. Foi ótimo contar com um local “só nosso” onde possíveis choros da Camila não incomodasse os demais passageiros. Além disso, pude amamentá-la tranquilamente e sem mais pessoas por perto. Sem contar no espaço extra pro carrinho e pras malas.

IMG_0218 IMG_0219 IMG_0222 IMG_0224 IMG_0225 IMG_0226

Com todo esse conforto, as 3 horas e meia de viagem passaram rapidamente. Chegamos em Munique e ao desembarcar na estação central já tive uma excelente primeira impressão da cidade. Pegamos o metrô e logo estávamos no Concept Living Munich, que nos surpreendeu muito. Super recomendo a hospedagem por lá! Ao chegarmos, o bercinho da Camila também já estava montadinho.

IMG_0228

Como chegamos no meio da tarde, programamos deixar esse dia livre e sem programação para que pudéssemos descansar mais um pouco. Só aproveitamos para ir ao mercado e comprar itens para prepararmos nosso café da manhã no hotel e também para jantarmos. Se tem um programa que amo fazer em terras estrangeiras é ir ao mercado. Adoro me aventurar lendo rótulos que não entendo nada, rsrsrsrs. O simples fato de comprar uma margarina torna-se uma divertida missão. Viva as figuras que facilitam nossa vida!

IMG_1758

E estando na Alemanha, não podíamos deixar de visitar a seção de embutidos e salsichas, com suas infinitas variedades.

IMG_1759

Outra seção que amo visitar é a de chocolate, que tem muita variedade e preços excelentes. Sempre compro o mais baratinho e me surpreendo com a qualidade. Hummmm! E estando na Alemanha, não deixo de comprar a melhor bolacha do mundo na minha opinião: a Leibniz!

IMG_1761IMG_1764

Comprinhas feitas, voltamos para o hotel felizes da vida por estarmos começando a curtir nossas primeiras férias em família.

Deixe um comentário

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique

Munique e arredores – planejamento

Planejar a primeira viagem com a Camila foi o maior desafio viajístico que já enfrentei, pois envolve uma série de fatores que antes não faziam diferença para o planejamento. Essa viagem com certeza nos trará uma série de aprendizados, o que tornará as próximas melhor planejadas que essa. Vou contar pra vocês o que pretendemos fazer, mas pode ser que tenhamos que mudar tudo no meio do caminho pois com uma bebê de 4 meses junto, os planos podem ser alterados completamente a qualquer momento.

Voaremos de Curitiba para Frankfurt via Guarulhos e passaremos a primeira noite lá para descansarmos após o longo voo. Ficaremos hospedados no Comfort Inn, próximo à Estação Central de trem que é o meio que utilizaremos para viajarmos no dia seguinte para Munique. Vale ressaltar que logo nesse primeiro item cometemos um erro gravíssimo: reservamos um hotel sem antes perguntar se tinha berço. Argh! Pior que não tinha reembolso e acabamos tendo que pagar sem usar e procurarmos outro. Fica a dica: se for viajar com bebê, antes de qualquer reserva verifique se eles disponibilizam bercinho.

Já compramos todos os tickets de trem via site da Deutsche Bahn. Uma coisa bacana que achamos é um vagão especial para quem está viajando com crianças, e é claro que pagamos os 9 euros adicionais para termos os confortos e também descobrir se vale a pena.

Em Munique, escolhemos ficar hospedados em um apartamento equipado, o Concept Living Munich. A escolha foi por causa do espaço e também da comodidade de podermos comer no apartamento. Nunca fomos fãs de sair à noite, e com a Camila também não queremos arriscar. Além disso precisamos de espaço para toda a tralha de bebê.

Para nossa maior flexibilidade e comodidade, alugamos um carro no site da Avis e ficaremos com ele uma semana. Ainda não definimos a ordem do roteiro, mas em nossa lista estão: Garmisch-Partenkirchen, Fussen, Nuremberg, Salzburg, Innsbruck, Liechtenstein. Vamos olhar a previsão do tempo e descobrir qual melhor destino por data. Li várias vezes os relatos da Carol, do Vicios de Viagem para poder ter ideia das principais atrações das cidades. Para evitar trocas de hotéis, optamos por fazer nossa base em Munique e assim viajar diariamente uma vez que as distâncias são curtas – esse foi outro cuidado: não fazer longos trechos pra baixinha não se estressar na cadeirinha (tem vezes que ela surtaaaaa!!! Medinho número 1) Depois de Munique, vamos para Bonn visitar nossos amigos Sabrina e Martin e de lá voltaremos pra casa.

Definir o roteiro foi fácil, o duro são as dúvidas e medinhos dos marinheiros de primeira viagem…. Estamos na dúvida se despachamos o carrinho ou o levamos até a porta do avião – Medinho número 2 – e se quebra, e se não chega?? O carrinho é item fundamental para o sucesso da viagem. E posso continuar a lista dos medinhos, pra vocês não pensarem que sou uma superhipermegatranquila de viajar com bebê? Rsrsrsrsrs

Medinho Número 3: como ela se comportará com o fuso horário? Aqui ela dorme muiiiito bem, 12 horas direto sem acordar. Estou preocupada sobre como ela dormirá por lá, mas já pensando que se acordar muito cedo, é uma excelente oportunidade de sairmos mais cedo – fazer do limão uma limonada, rsrsrsrsr.

Medinho Número 4: como será o voo? Aff! Vocês sabem o quanto eu odeio o voo, mas também já passei vários sem dormir. Portanto, se ela não dormir, será apenas mais um voo tenso!

Olha, acho que nem são tantos! Só 4 preocupações! Enfim, não vejo a hora de voltar aqui e contar tintin por tintin como tudo aconteceu. Chega logo, domingo! Minha abstinência viajística já está em estado grave, rsrsrsrs.

Ps: E ela é tão calminha, que tenho certeza que tudo dará certo! Olha que fofa que ela fica pra mamãe aqui escrever o blog.

1499467_992347324124679_5328197115417954855_n

 

20 Comentários

Arquivado em Alemanha, Europa, Munique, Viajando com bebês (4 meses)