Arquivo da categoria: Eslovênia

Viagem de Volta: Dubrovnik-Barcelona-Brasil

Após curtirmos pouco mais de duas semanas na Europa passando por Barcelona, Ljubljana e Bled na Eslovênia, Zagreb, Plitvice Lakes e Dubrovnik/Cavtat na Croácia e um pulinho em Montenegro, chegava a hora de encararmos a volta para o Brasil. Optamos por pegar um voo de Dubrovnik para Barcelona com a Vueling, dormir na cidade espanhola e no dia seguinte seguir de manhã para a nossa terrinha.

O aeroporto de Dubrovnik não tem estrutura para o volume de turistas que passa por ali. Pegamos a área de check-in lotadaça e tivemos que aguardar bastante até sermos atendidos.

img_9787

Pra ajudar, o voo da Vueling atrasou quase 4 horas e foi tenso ter que aguardar todo esse tempo sem sequer lugar para sentar, com poucas opções de alimentação e sem wifi. Nossa sorte é que estávamos com a comida da Camila na mochila e tínhamos alguns belisquetes para ela. Após os 2 atrasos com a low cost espanhola, pensaria duas vezes antes de comprar outra passagem com eles.

Em Barcelona, escolhemos um hotel com facilidade para chegar ao aeroporto de metrô, o Travelodge e foi uma boa opção. Apesar do cansaço, chegamos, deixamos as bagagens, tomamos um banho e fomos procurar um lugar para jantar lá perto das Ramblas. O metrô estava bem vazio no domingo e uma vez mais nos surpreendemos com a acessibilidade das estações. Chegamos a passar por uma em que havia 5 elevadores enormes #sonhodeconsumo.

img_9795 img_9798 img_9799 img_9802

No dia seguinte acordamos cedinho, pegamos o metrô e seguimos para o aeroporto. O atendimento da Singapore Airlines em Barcelona também foi excepcional e no horário programado estávamos embarcando em nosso voo diurno para o Brasil.

img_9812

Mais um voo tranquilo, com a Camila entretida com os desenhos do avião e achando o máximo a viagem. Chegamos bem cansados em São Paulo, logo embarcamos para Curitiba e ao chegar em casa pudemos comemorar mais uma bem-sucedida viagem em família.

Já está virando clichê eu escrever que viajar com a baixinha está cada vez mais divertido, mas esse é o sentimento que temos a cada nova aventura. Foram férias incríveis que ficarão para sempre em nossas memórias. Que venham os Próximos Destinos 🙂 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Croácia, Eslovênia, Espanha, Europa, Montenegro

Ljubljana: a charmosa e bucólica capital da Eslovênia

Devido ao nosso erro de planejamento nas reservas, teríamos que mudar de hospedagem no dia que reservamos para conhecer o centro de Ljubljana. Sendo assim, tivemos que sair cedo com as bagagens, passar no novo apartamento deixar nossas coisas e depois iniciar nosso passeio. Menos mal que sabíamos que 2 horas seriam suficientes para conhecer os prinicipais pontos da capital eslovena.

Após cumprirmos essa missão, seguimos para um estacionamento no centro de Ljubljana e logo estávamos nas incríveis ruelas da cidade.

Começamos pela Ponte dos Dragões, um dos símbolos da cidade que tem dragão inclusive em seu brasão. Essa é uma das mais famosas, porém há muitas outras sobre o rio Ljubljanica.

dsc08495

Caminhando poucos metros, encontramos a Butcher’s Bridge, ou Love Bridge, onde se encontram vários cadeados pendurados como vemos em outras cidades europeias. O destaque dessa ponte é o chão de vidro. Camila gostou tanto de ver os cadeados que foi difícil tirá-la dali 🙂

dsc08498 dsc08499 dsc08500 dsc08502 img_9014

Seguimos andando à beira do rio, vendo as pessoas aproveitando os bares, restaurantes, ou simplesmente curtindo a cidade. As ruas estreitas são um charme, a simpatia da população é visível e a estrutura da cidade impressiona. Um bom exemplo são os banheiros públicos limpos e gratuitos a cada esquina, o que achei o máximo!

img_9016 img_9024 img_9021

Minha paixão à primeira vista por Ljubljana me fez esquecer de pesquisar o nome das igrejas, dos pontos turísticos e outras atrações. O que eu queria explorar era sentir a “vibe” da cidade e assim foram nossas andanças por lá.

Contudo, há algumas construções que chamam mais atenção, como essa igreja rosa, vermelha ou alguma cor entre uma e outra tonalidade. A arquitetura não tem nada demais, mas o lugar onde ela está, em meio aos demais prédios dá um toque especial à Franciscan Church.

img_9032 img_9047 img_9048

Essa nossa maneira de explorar o centro, sem rota, sem mapa e sem destino, nos fez ir e voltar várias vezes, porém como a região turística é bem pequena isso não teve o menor problema. Pelo contrário, nos proporcionou várias vistas lindas de ângulos diferentes.

img_9036 img_9039 img_9049 img_9053 img_9056

Uma atração turística diferente que encontramos em Ljubljana é a “Rain Area”, que nada mais é do que uma estrutura que fica soltando pingos de água para refrescar a população quando as altas temperaturas aparecem. Localizada bem em frente à Franciscan Church, o espaço é diversão garantida para a criançada!

img_9054 img_9061 img_9101

Aproveitamos para almoçar por ali, fomos em busca de nosso imã e lembrancinha e logo começou a chover. Como já estávamos satisfeitos com tudo que tínhamos vivenciado por lá, nem hesitamos de pagar o estacionamento e ir para o novo apartamento.

img_9132 img_9135 img_9138

Pagamos caro por ter feito a reserva de última hora, porém foi uma excelente surpresa o Apartment M&M. Apartamento enorme, bem equipado e com muito espaço pra Camila curtir. Além disso, os simpáticos proprietários preparam um tanque de areia cheio de brinquedos e um escorregador para que ela se divertisse. Só quem tem filhos entende o valor desses pequenos gestos 🙂

img_9144 img_9147

Nossa estadia em terras eslovenas terminou de maneira incrível e ficamos tristes de ter ficado tão pouco tempo por lá. A Eslovênia foi uma maravilhosa surpresa em nosso roteiro e um dos países mais civilizados que já visitamos. Agradeço pela milésima vez aos meus amigos que nos indicaram esse destino.

No dia seguinte partimos para Zagreb, para iniciar nossas aventuras em terras croatas. Acompanhem nos próximos posts 🙂

1 comentário

Arquivado em Eslovênia, Europa, Ljubljana

Lago Bled: destino imperdível na Eslovênia

Foi a ver uma foto do Lago de Bled que decidimos incluir a Eslovênia em nosso roteiro de férias e é claro que estávamos com expectativa alta de logo conhecer um dos cartões-postais do país. De Ljubliana até a cidadezinha são menos de 60 km de estradas excelentes e paisagens lindas, emolduradas pelos Alpes Julianos.

dsc08446 dsc08447 dsc08448 dsc08449

Chegamos ao destino por volta de meio-dia e pegamos muito trânsito para entrar na cidade. Ficamos quase uma hora andando bem devagar até chegarmos ao centro. Apesar disso, foi fácil encontrarmos estacionamento e logo demos de cara com o lindo lago Bled. Paramos para dar comida para a Camila, aproveitamos um mercadinho para comermos algo e pouco tempo depois estávamos prontos para contemplar toda a beleza do local!

dsc08458 dsc08461 dsc08462 dsc08476 dsc08477

Num primeiro momento, eu não sabia o que me chamava mais a atenção: a incrível cor da água, a igrejinha lá no meio , o castelo no topo das pedras, o clima bucólico, ou o dia lindo, ou a felicidade de estar ali. Como tínhamos tempo para aproveitar tudo, fomos com calma olhando cada ângulo, caminhando na beiradinha do lago curtindo o calor delicioso. A Camila ficou eufórica e tivemos que tomar muito cuidado com ela, que estava doidinha para nadar, rsrsrs.

img_8853 img_8836 img_8859 img_8860 img_8861

E para a baixinha, tudo era festa. Tivemos que ir alternando momentos no carrinho = tranquilidade pra gente e períodos para ela correr e pular = correria dos papais, rsrsrsr. Como a caminhada era longa, algumas vezes ela se rendia e pedia para voltar para o abençoado carrinho. Haja água para aguentarmos o sol forte que fazia!

img_8924 img_8907 img_8891 img_8901 img_8892

A principal atração por ali é caminhar em volta do lago e acredito que para dar a volta toda seja bem demorado. Nós optamos por andar até onde a paisagem nos agradasse e as pernas aguentassem. Foi bacana o trajeto que fizemos pois pudemos observar os parques aquáticos à beira do lago com áreas próprias para banho, piscinas artificiais, parquinhos, área com areia e muitas outras atividades para as famílias curtirem. Muito legal a infraestrutura.

img_8882 dsc08471

Decidimos que andaríamos até ter uma boa visão da igrejinha, ou um pouco pra frente dela. Como as subidas começaram a ficar mais frequentes e já estávamos bem longe de onde havíamos deixado o carro, resolvemos tirar algumas fotos e encarar o caminho de volta.

dsc08463 dsc08465 dsc08470 img_8887 dsc08469

Para quem quiser, há vários barquinhos que levam até a igrejinha, mas não nos chamou a atenção esse passeio. Pudemos curtir muito sem gastar nada além de nossas calorias 🙂

Quando voltamos, as nuvens haviam desaparecido e pudemos nos despedir do lago com essa linda vista dos Alpes Julianos (que até visitar a Eslovênia, eu nem sabia que existiam, hehe)

img_8930

Com a missão cumprida por ali, passamos no centrinho comercial dar uma descansada, chupar um sorvetinho e assim partir para o outro lago famosinho da região, o Bohinj que fica há 27 km de Bled.

No meio do caminho, me arrependi de ter encarado essa dobradinha devido à estrada que é extremamente sinuosa e mão única, o que faz o tempo de viagem aumentar um monte. Pra ajudar, a Camila dormiu e não pudemos descer para conhecer o local. Mas é claro que eu não poderia deixar de registrar os rápidos momentos que passamos por lá. Quando na vida eu imaginaria ter uma foto com esse letreiro que alguns dias atrás eu nem sabia que existia?

img_8948 img_8953 img_8954 img_8991

O lago Bohinj também é muito bonito, porém como as montanhas já estavam escondendo a luz solar, acredito que não consegui ver todo o glamour da paisagem. Para quem quer fazer os 2 lagos em um dia, sugiro começar cedo o passeio e talvez iniciar por esse que é mais distante.

É claro que a viagem da volta foi bem mais rápida e logo estávamos em Ljubliana de volta. E como tínhamos mais algumas horinhas de sol, ainda fomos curtir o Tivoli Park. Como já escrevi aqui mais de 600 palavras, escreverei num outro post como continuou nosso maravilhoso dia na Eslovênia.

E já sabe, né? Bled é destino obrigatório para quem vai para esses lados do mundo, pois vale muito a pena 🙂

1 comentário

Arquivado em Bled, Eslovênia, Europa

De Zagreb à Ljubljana (capital da Eslovênia) de carro

Fizemos a reserva do carro na Green Motion e assim que desembarcamos o funcionário estava nos aguardando para nos levar ao escritório que fica fora do aeroporto. O procedimento foi rápido e logo estávamos prontos para conhecer este lado da Europa. Utilizamos o Google Maps Offline para nos guiar e foi bem fácil encontrar a estrada que nos levaria para a Eslovênia. Como esperávamos, rodovias perfeitas e muito bem sinalizadas. Sendo assim, fomos curtindo os 140 km de paisagens novas sem nenhuma preocupação.

dsc08443

Essa foi a primeira vez que passamos pela imigração fora de um aeroporto e o procedimento foi bem rápido. Assim que chegamos em terras eslovenas, já paramos para comprar o Vignette que é um selinho obrigatório que você tem que comprar, como se fosse um pedágio. A opção mínima de compra é de 7 dias e custa 15 euros. Logo que você cruza a fronteira já visualiza o ponto de venda e o processo de compra é bem fácil.

img_8814

Como escrevi no post pré-viagem, decidimos ir para a Eslovênia por indicação de  leitores do blog e ainda na estrada já estava muito empolgada com esse país que ainda é desconhecido para muitos brasileiros. Ao chegarmos na área urbana, esse sentimento aumentou ao ver tudo muito organizado e bonito no caminho para nosso apartamento.

Após pouco mais de 1:30h de viagem, encontramos a proprietária do Ljubljana Center Apartament e ficamos encantados com a receptividade e simpatia da Sra Petra. Ela fez questão de nos explicar vários detalhes sobre a cidade e marcou todos os pontos que deveríamos visitar em um mapa. Com a propaganda que ela fez da cidade, eu já estava doidinha para sair e começar a desbravá-la. Porém, ainda tínhamos que ir ao mercado para garantir as refeições da baixinha. E foi isso que fizemos! Aproveitamos que tinha um centrinho comercial na mesma quadra do apartamento e logo fizemos as compras. Como já era quase hora do jantar, preparamos a comidinha da Camila, ela jantou e só depois que fomos começar a conhecer a cidade.

Caminhamos uns 20 minutos até chegar ao centro da capital eslovena e nesse percurso já ficamos surpresos positivamente com a cidade. Ao chegarmos à beira do rio com o mesmo nome da cidade e começar a perceber a vibe da cidade, virei para o Loedi e disse: quem nos indicou a Eslovênia acertou em cheio o tipo de lugar que amamos. Ficamos muito empolgados com Ljubljana ao chegar na região turística da cidade tanto pelas lindas construções como pelo clima de curtição do verão europeu. Pena que estava escurecendo e não tiramos muitas fotos.

img_8820 img_8822 img_8825

Estávamos em busca de um lugar para jantar, mas os restaurantes à beira do rio estavam lotadíssimos. Andamos nas ruelinhas charmosas e encontramos uma lanchonete com preços atrativos e acabamos comendo ali mesmo um delicioso (e gigante) hamburguer.

img_8830

Já era hora da Camila dormir, mas ela estava tão empolgada com o passeio que resolvemos dar uma esticadinha por ali antes de voltarmos ao apartamento. Já tinha amado logo de cara Ljubljana e comecei a pensar que havíamos programado pouco tempo para a cidade. No meio desse papo resolvemos checar as datas de nossas reservas e, por sorte, descobrimos que havíamos feito uma nhaca viajística: faltou reserva para um dia entre a Eslovênia e a Croácia (arghhhhhhh!!!). Preocupados, voltamos logo para o apartamento para tentar resolver essa situação. O bom foi que percebemos nesse dia e assim tivemos a chance de buscar um lugar para ficar nesse intervalo.

Apesar disso, nossa chegada à esse lindo país foi muito bacana e estávamos super ansiosos para começar a turistar por lá.

7 Comentários

Arquivado em Eslovênia, Europa, Ljubljana