Arquivo da tag: aquatica

Aquatica: nossa primeira vez em um parque aquático de Orlando

Em nosso planejamento final, acabamos não incluindo nenhum parque aquático por já termos gasto muito dinheiro com parques nessa viagem. Porém, como o calor estava delicioso e já tínhamos cumprido nossos programas prioritários, acabamos decidindo de última hora ir até o Aquatica, que pertence ao grupo Seaworld. Lembro de ter ficado horas pesquisando sobre todos os parques aquáticos da cidade antes de decidir por esse e o principal motivo foi o menor preço, hehe. Pagamos mais caro por não termos comprado com antecedência e também por não termos feito o combo Seaworld+Aquatica, mas mesmo assim resolvemos encarar.

Compramos o ingresso na portaria e ao passarmos pela entrada barraram nossos sanduíches (para nossa tristeza 😦 ), porém nos deixaram entrar com biscoitos menores e alguns suquinhos para a Camila. Ficamos bem bravos, porém regras são regras e jogamos fora nossos pães com mortadela que nos fariam economizar bons dólares.

Logo na entrada passamos pelo tanque onde ficam os golfinhos de Commerson (que Camila logo de cara confundiu com baleias por causa da cor deles), um dos principais destaques do parque junto com o toboágua transparente que permite ver os bichinhos durante a queda. Nos impressionamos com a beleza e cuidado do parque e instintivamente começamos a comparar com o Beach Park que havíamos visitado há pouco tempo. A boa notícia é que desde então começamos a notar que o parque brasileiro não perde em nada 🙂

Resolvemos começar pela área infantil e deixar a Camila bem instalada tendo como escolha o Kata’s Kookaburra Cove. Foi fácil encontrarmos cadeiras e nos sentimos seguros em deixar nossas coisas enquanto acompanhávamos a baixinha na piscina. Nesse primeiro momento demos conta de que havíamos esquecido nossa capa de proteção para o celular e que seria bem arriscado tentarmos registrar momentos do dia sem esse acessório. A decisão que tivemos que tomar foi gastar 29 dólares comprando a capinha ou ficar sem fotos do parque, e é claro que ficamos com a primeira opção.

O legal desse parque para a Camila é que tem toboáguas um pouco mais “radicais” para a idade dela e também um em que podíamos ir na bóia juntos e foi bem divertido. Um item que nos chamou a atenção no Aquatica é que em praticamente todos os brinquedos há muitos coletes salva-vidas disponíveis para todos os tamanhos.

Nós adultos estávamos mais na vibe de ficarmos de boa, apenas curtindo o calor e o fim das férias, mas mesmo assim encaramos algumas atrações. Eu fazia questão de ir no toboágua com a parte transparente que dá pra ver os golfinhos (Dolphin Plunge) e encarei a fila. Achei legal, consegui ver rapidamente os bichinhos (apesar da velocidade da descida), mas não acho que seja atração imperdível. Gostei bem mais do Taumata Racer, que é um brinquedo onde as pessoas “apostam” corrida num toboágua com tapetes. Esse sim achei que valeu o tempo de fila. O Loedi foi apenas no Ihu’s Breakaway Falls. que é igual ao do Beach Park onde você entra numa cápsula e quando menos espera despenca (literalmente) pelo escorregador.Em família fomos no clássico rio de correnteza com bóia e também em um rio de correnteza que você vai de colete salva-vidas e que achei o máximo. Nós 3 demos muitas gargalhadas e super recomendo essa atração também.

Outro lugar que a Camila curtiu bastante foi a piscina com ondas, onde nos revezamos na espera enquanto íamos nos brinquedos de adultos. Até tentamos ficar um pouco na clássica atração de parque aquáticos que é o “baldão”, mas a baixinha odeia os esguichos de água e de jeito nenhum conseguimos convencê-la de ficar por ali, apesar de acharmos a área linda e colorida, rsrsr.

Para terminar o dia, ficamos um pouco observando os golfinhos no aquário enquanto a Camila se deliciava com um pacote de pipocas sem a menor pressa.

O dia foi bem relax e valeu a pena termos ido, mas confesso que não achei um parque imperdível. Pode ser que ainda estivéssemos muito com a cabeça no Beach Park e a nossa percepção é de que a atração brasileira é mais interessante. Como comparações nunca são legais quando falamos de viagem, concluo esse post dizendo que se tiver dias sobrando em Orlando e conciliar com o ingresso do Sea World ou Busch Gardens,  o Aquatica vale a pena. Se nunca foi num parque aquático grande, também pode ser uma boa opção. E se estiver a fim de ir sem muita expectativa assim como nós fomos, encaixe no roteiro e divirta-se 🙂

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em América do Norte, Estados Unidos, Orlando