Arquivo da tag: cape town com crianças

Chapman’s Peak Drive: 9 km de extensão, 114 curvas e lindas paisagens

Saímos do Old Biscuit Mill e pegamos a estrada para fazermos o roteiro do dia que incluía a viagem pela Chapman’s Peak Drive, que é considerado um dos trechos mais bonitos da África do Sul, uma parada na Boulders Beach para vermos os famosos pinguins e parada final em Cape Point, onde visitaríamos o Cabo da Boa Esperança. Além de ir por esse caminho, há a possibilidade de se pegar outra estrada para fazer a mesma rota sem pagar pedágio, porém como lemos muitos relatos sobre as paisagens da Chapman’s, seguimos nessa opção. Um ponto importante é verificar pelo site se o trecho está aberto, pois devido à condições meteorológicas a estrada é fechada por questões de segurança.

Para nossa sorte, a previsão do tempo acertou e pudemos curtir um bonnito sábado de sol. Assim que chegamos na Chapman’s já nos deparamos com paisagens lindas que em dias nublados não teriam o mesmo gostinho. A vontade era de ir parando em cada um dos vários mirantes que existem por lá, mas como estava ventando muito e a temperatura também não era das melhores, paramos apenas em um deles e aproveitamos para tirar todas as fotos que queríamos.

Por ali, vimos muitas pessoas se arriscando subindo em pedras e penhascos para garantirem o super ângulo, porém há também áreas bem seguras para quem quer garantir um bom clique. É claro que devido à altura, não desgrudamos um segundo da Camila, mas é tranquilo para ir com crianças nos lugares específicos para paradas. A única coisa chata é o vento muito forte que atrapalha boa parte das fotos, rsrs. O jeito é escolher aquela em que você aparece menos descabelada….

A estrada é estreita, sinuosa e cheia de ciclistas que se aventuram para curtir as paisagens, porém até eu que sou a maior medrosa para viajar de carro me senti segura devido à intensa sinalização e prudência dos motoristas. Esse é o tipo de estrada em que não dá pra abusar em nenhum quesito e se você quer se assustar basta procurar os relatos de acidentes que já aconteceram por lá (fiz a besteira de ler e fiquei com medo, mas depois vi que não era pra tanto e que os cuidados com segurança aumentaram muito nos últimos anos) Também havia lido que muitas vezes os carros chegam a balançar por causa da força do vento, mas não chegamos a sentir essa intensidade.

A Chapman’s tem extensão de 9 km, formados por 114 curvas e muitos momentos “uau” de paisagens. Apesar da viagem ao Cabo da Boa Esperança ser mais demorada por esse caminho, vale muito a pena por conta do visual único. Para quem quer fazer da rodovia “o” passeio do dia, também há várias opções de lazer que são listadas no site. Estando em Cape Town com carro alugado, inclua essa opção em seu roteiro e aproveite uma das rodovias mais cênicas do mundo.

Próxima parada: Boulders Beach!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em África, África do Sul, Cape Town

Uma das praias mais famosas de Cape Town: Camps Bay Beach

Em nosso segundo dia na cidade, fomos conhecer a mais badalada praia da Cidade do Cabo. Logo ao chegarmos, notamos a similaridade com o Brasil ao ver vários guardadores de carro próximos à calçada abordando os motoristas que lá deixam seus carros. Paramos bem próximos à um parquinho onde queríamos sentar e dar a fruta da Camila antes de iniciar nosso passeio. Estava ventando muuiiito e bem frio, sorte que fomos prevenidos.

O que mais nos chamou a atenção ao chegarmos em Camps Bay foi a linda montanha dos Doze Apóstolos, que faz uma moldura perfeita para a praia. O mar tem uma cor bem bonita, mas está longe de ser o mais lindo que já vimos. Entretanto a combinação praia e montanha da paisagem como um todo é linda demais! Ficamos uns bons momentos ali no parquinho contemplando a calma do local e as belezas de cada cantinho que olhávamos.

Confesso para vocês que o frio e o vento estavam desanimadores, mas mesmo assim resolvemos encarar a caminhada pela praia. Havíamos lido que era lugar cheio de agito, restaurantes, barzinhos e gente bonita, porém acho que essa deva ser a realidade do final da tarde ou noite. Encontramos uma região vazia, com vários pedintes e não vimos tanto glamour. Seguimos caminhando pelo calçada até o final para ver se havia algo mais para vermos.

Já que não encontramos tanta coisa interessante, decidimos ir até a areia e sentir a temperatura da água do mar, que imaginávamos que estaria congelante. Foi super divertido tentarmos “fugir” das tempestades de areia que se formavam com o vento forte e mais divertido ainda tentarmos tirar alguma foto em que não ficássemos totalmente descabelados. Camila ficou feliz da vida ao encontrar conchinhas na areia e assim a folia ficou completa!

Foi bem legal termos nos aventurado na areia, porém chegou uma hora em que o frio estava insuportável e decidimos voltar para perto de onde havíamos parado o carro, agora observando a paisagem de outro ângulo.

Uma vez mais paramos no parquinho, dessa vez para dar o almoço para a baixinha. É claro que ela pediu pra brincar mais um pouco e assim eu aproveitei para tirar as últimas fotos de Camps Bay Beach.

Gostamos muito da paisagem de Camps Bay, e apesar de termos ido com expectativa errada do local achamos incrível a beleza da montanha dos Doze Apóstolos. Para quem vai visitar, é importante saber que a praia é um dos pontos de parada do ônibus de City Tour e assim há muitos ambulantes abordando as pessoas para vender artesanatos e outras coisas, mas bem menos do que vemos nas praias do nordeste.  Como já escrevi, também há muitos pedintes por lá, porém não nos sentimos inseguros e mantivemos o nível de alerta que temos no Brasil.

A combinação praia e montanha faz valer a visita, e estando em Cape Town com certeza você passará pela linda e famosa Camps Bay!

Deixe um comentário

Arquivado em África, África do Sul, Cape Town

Primeiras impressões de Cape Town

Mal tinha dormido na noite anterior devido à todo o estresse do perrengue em nosso embarque e no avião também não descansei nem um pouco, sendo assim era inevitável aquele mega cansaço ao chegar em nosso apartamento. Porém a ansiedade de começar a conhecer o destino, aliada à vontade de iniciar logo a adaptação ao fuso horário nos convenceu bem rápido a irmos para um dos principais cartões-postais da Cidade do Cabo: o V&A Waterfront. Lá seria o lugar perfeito para termos as primeiras impressões da cidade e também para irmos ao supermercado e abastecer nossa geladeira.

Já no caminho do aeroporto para o centro nos impressionamos com as lindas e largas avenidas, excelente sinalização e uma vibe muito legal. No caminho para nossa primeira parada a sensação foi a mesma! Cape Town é assim, logo de cara você já se surpreende.

Paramos nosso carro em um dos vários estacionamentos disponíveis (e baratos) na região, entramos pelo enorme shopping e logo estávamos no agito de Waterfront com a lindíssima Table Mountain ao fundo.

Que lugar legal! Foi isso que começamos a dizer assim que pisamos por ali! Tivemos que nos segurar para almoçar antes de nos empolgarmos na “bateção de pernas” Escolhemos o Mc Donalds e achamos muito lindo toda a equipe estar vestida com trajes típicos africanos. Além disso tivemos um atendimento muito especial, que nunca antes havíamos recebido em uma lanchonete dessa rede. Abastecidos, seguimos felizes da vida para explorar o local.

A primeira coisa que vimos foi um trenzinho da loja de brinquedos Hamleys e já que não era tão caro resolvemos encarar a atração para a enorme felicidade da Camila.

Foi bacana termos feito o passeio que dura 15 minutos para irmos conhecendo o Waterfront. No trajeto íamos observando onde gostaríamos de voltar logo que saíssemos do trenzinho e isso que fizemos. Sem dúvida nenhuma, o local que mais nos chamou a atenção foi a moldura amarela com a Table Mountain ao fundo. Para nossa sorte não tinha fila e pudemos tirar fotos tranquilamente.

Sempre sonhei em ver essa paisagem e estar ali cara a cara com a linda montanha foi incrível! Passamos algum tempo só observando o vai e vem de pessoas encantados com todo o cenário.

Apesar do sol e céu azul, estava ventando muito e bem friozinho, e assim decidimos apenas dar mais uma volta e logo voltar para o apartamento pois o cansaço estava começando a pegar. Cada canto do Waterfront é lindo, e só estando lá pra sentir a energia superpositiva do local.

E além de ser lindo, o V&A Waterfront também conta com várias atrações para crianças e há até um mapa apontando a localização de todas elas. Camila ficou doida quando avistou o parquinho e negociamos que a deixaríamos brincar um pouco quando estivéssemos indo embora e é claro que cumprimos a promessa.

Foi muito bom termos escolhido começar a conhecer Cape Town pelo Waterfront e essas poucas horas que passamos por lá nos fez esquecer completamente todo o perrengue da viagem de ida. Sempre gostamos de chegar e logo ir passear para já começarmos a adaptação com o fuso-horário e nas viagens com a Camila isso faz toda a diferença.

Além do local em si, pudemos também começar a perceber a história viva do país, perceber os resquícios do apartheid e refletir sobre tudo que esse povo viveu (e ainda vive) em sua história. E mesmo com tudo isso, já notamos a alegria contagiante das pessoas.

Após o tempo de parquinho, passamos num supermercado do shopping para comprarmos os itens básicos para nossa estadia e logo voltamos para nosso apartamento já apaixonados pela cidade, pelo país e pelo povo sul-africano. As primeiras impressões de Cape Town foram sensacionais!

Deixe um comentário

Arquivado em África, África do Sul, Cape Town