Arquivo da tag: mauritius

Ilhas Maurício: as praias de Mont Choisy e Pereybere

As Ilhas Maurício têm uma área de 2040 quilômetros quadrados, uma população de mais de 1 milhão de pessoas, muita variedade de praias de norte à sul e com isso inúmeras opções de resorts em cada canto da ilha. Conhecido por ser um destino romântico, em muitos dos hotéis não se aceitam crianças e em muitos outros há uma enorme variedade de atrações para os pequeninos. Como optamos por sermos os “diferentões” e fugirmos dos grandes hoteis, quero registrar nos próximos posts como essa experiência foi super positiva (e econômica também).

Nós inserimos Mauritius em nosso roteiro para fechar a dobradinha com a África do Sul e também para conhecermos uma cultura diferente. Pelo que havíamos visto na internet, as praias em si não nos chamaram tanta a atenção. Lembro de ter ficado muito em dúvida sobre Seychelles também, mas os altos preços de passeios por lá nos fizeram desistir.

Para dar certo nossos planos, com a extensão da ilha, alugar carro seria obrigatório e realmente foi muito útil. Talvez  para quem fique em resort e queira só curtir o hotel, esse não é um item obrigatório. O que não contávamos era com o trânsito de lá! A parte que conhecemos rodando em sua maioria era de pista simples, com bastante tráfego de ônibus e com isso os passeios ficavam super demorados.

Em nosso segundo dia, decidimos ir para o lado norte da ilha conhecer algumas das praias que seriam imperdíveis. O caminho em si já foi uma atração, pois pudemos ir observando a vida dos locais por mais de uma hora. Muitos templos hindus, ônibus com portas na traseira, plantações de cana de açúcar intercaladas com montanhas e muito pouco sinal de pobreza.

A primeira praia em que paramos foi a Mont Choisy, que tem uma ampla faixa de areia rodeada pelas lindas árvores casuarinas e é a maior praia da região norte da ilha. O cenário realmente era lindo, porém o tempo estava fechado e mal montamos nossas coisas já tivemos que sair correndo da fina e chata chuvinha que começou a cair.

Como o clima varia muito na ilha, olhamos na previsão do tempo qual praia da região estava com sol  e seguimos para lá. Fomos até a região de Grand Baie e gostei bastante da vibe dessa parte da ilha que me pareceu mais agitada que Flic en Flac, que era onde estávamos hospedados. A praia escolhida foi Pereybere e por ali sim encontramos uma praia pra chamar de nossa: mar piscininha, bonita paisagem e sol (entre nuvens, mas já estava valendo).

Passamos o dia por lá, observando os locais e turistas curtindo a calma da praia, deixando a Camila se acabar de brincar na areia. A água do mar era geladinha e não entramos apesar do forte calor que fazia. Por ali, encontramos pessoas vendendo frutas, bebidas e até algumas comidinhas. Para minha alegria, encontrei aqueles abacaxi pequeno docinho e me deliciei saboreando um à beira-mar.

Apesar do tempo de deslocamento que levamos, Pereybere e o norte da ilha nos agradou bastante. Bem interessante notar as diferenças entre os lados da ilha e perceber que realmente estamos percorrendo distintas partes de um país, por menor que ele seja. E por falar em tamanho, acredito que não ter pensado na extensão da ilha foi uma das falhas de nosso planejamento para Mauritius. Nossa ideia inicial seria “pingar” de praia em praia, assim como fazemos nas ilhas caribenhas. Porém, após vivermos na prática as distâncias e tempo de deslocamento entre um ponto e outro já mudamos de ideia.

O dia no norte foi muito legal, mas pensar que levaríamos uma hora para estarmos de volta em Flic en Flac deu uma preguiça danada. Na volta pegamos uma estrada mais rápida, mas mesmo assim demoramos. Sendo assim decidimos que o único passeio mais longo que faríamos seria ir até o Parque La Vanille para vermos as tartarugas gigantes. Nos demais dias procuraríamos praias mais próximas para realmente conseguirmos cumprir nosso propósito de “sombra e água fresca” nas Ilhas Maurício.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em África, Ilhas Maurício

Planejamento África do Sul e Ilhas Maurício

Mal posso acreditar que daqui a algumas horas embarcaremos em mais uma aventura em família, dessa vez para a viagem mais fora do tradicional com a Camila. Desde que ela nasceu, ficamos entre destinos europeus, caribenhos ou nos EUA e não via a hora de começar a explorar outras partes do mundo com nossa pequena viajante. Sempre quis conhecer a África do Sul, mas nunca tive coragem de “gastar” férias inteiras só por lá. Esse ano, como tinha férias acumuladas e tive que programar dois períodos no ano, pensei que seria uma boa oportunidade. Também pensava que ir só para lá não valeria os 20 dias e então comecei a buscar as possíveis combinações de viagem para esse destino. Pesquisei muito sobre as opções e acabamos decidindo pelas Ilhas Maurício, que além de belas praias tem outras atrações. Com essa dobradinha em mente, fechamos o roteiro da seguinte maneira: Curitiba-Cape Town-Ilhas Mauricio-Johanesburgo.

Voos:

Iremos de Curitiba para Johanesburgo com a Latam e lá faremos conexão para a Cidade do Cabo (Cape Town). Voaremos direto de Cape Town para as Ilhas Maurício com a Air Mauritius e de lá também voltaremos com essa companhia para Johanesburgo. A volta para o Brasil também será com a Latam.

Hospedagem:

Essa será a primeira vez que ficaremos 100% em Airbnb. Após a experiência super positiva em Orlando, nos apaixonamos por essa opção de hospedagem e conseguimos bons apartamentos nos 3 lugares que vamos ficar.

Em Maurício, vamos contrariar a maioria dos viajantes que optam pelos grandes resorts da ilha e conto pra vocês os porquês. Por incrível que pareça, não foram os preços que nos fizeram desistir dos hotéis. Ficamos bem divididos pois nos parecia muito interessante poder ficar em resorts com parque aquático, recreação e várias outras regalias que nos chamaram a atenção. Encontramos preços ótimos até para os all-inclusive, mas nosso fator crucial de decisão foi a alimentação da Camila. E se ela não gostar do tempero? E se ela não comer? E com essas perguntas em mente resolvemos ficar em uma casa com cozinha e poder cuidar dessa parte. A cada vez que converso com outras mães viajantes ouço que a comida é o principal perrengue de viagem para muitas delas e é por isso que sou tão neurótica ainda com esse tema.

Roteiro:

Ficaremos 5 dias em Cape Town, 5 dias nas Ilhas Mauricio e 2 dias em Johanesburgo. A pergunta que mais ouvi ao contar nossos planos foi: vocês vão fazer safári? E a resposta é não, rsrs. Como assim? Sempre é a próxima reação, hehe. Não vamos fazer porque nós não achamos a menor graça, mesmo muitas pessoas já tendo nos dito que é uma emoção única, maravilhosa e outros tantos adjetivos. Li e reli vários relatos pra ver se mudava de opinião, mas nada convenceu. Quem sabe daqui a alguns anos a gente mude de ponto de vista e possa voltar para fazer, hehe.

Está quase na hora de partir e não vou conseguir contar mais detalhes agora de última hora. Quem quiser acompanhar a viagem é só me seguir lá no Instagram (@proximosdestinosthaiszundt). Que tenhamos uma boa viagem 🙂

Deixe um comentário

Arquivado em África, África do Sul, Ilhas Maurício